Escola Monsenhor Bicudo recebe doação de 28 ventiladores do 2º Cartório

O cartório é parceiro da escola e já foram feitos outros investimentos

A Escola Estadual Monsenhor Bicudo de Marília recebeu a doação de 28 ventiladores do 2º Registro de Imóveis de Marília, através do oficial do cartório, Luiz Rodrigo Lemmi. Os ventiladores foram distribuídos em 14 salas, sendo dois em cada sala.

O 2º Registro de Imóveis de Marília é parceiro da Escola Monsenhor Bicudo e já realizou outros investimentos na escola como sala multimídia e também doação de uniformes, no projeto “Adoção Afetiva”.

Sueli Batistetti Vicente, diretora da escola, a iniciativa é muito positiva e importante para escola. “Só temos a agradecer e enaltecer a figura do dr. Luiz que faz um bem tão grande para escola. Somos muito gratos em ter um parceiro que se preocupa com a instalação e a escola pública. Ter uma pessoa com esse olhar voltado para o social soma muito. Nossa gratidão é sem limites,” disse.

Os ventiladores já foram instalados e estão em pleno funcionamento.  A diretora explica que foi realizada uma instalação especial com o cuidado para evitar a depredação e o vandalismo, com os comandos dos ventiladores colocados fora do acesso de alunos e em uma caixa protegida onde só o inspetor tem acesso para ligar e desligar.

O 2º Registro de Imóveis de Marília é parceiro da escola através do projeto “Adoção Afetiva” e já realizou outros investimentos na escola, como a sala multimídia com todos os equipamentos e também doação de 680 camisetas de uniformes para os alunos.

O Projeto Adoção Afetiva tem como objetivo aproximar os cartórios paulistas das escolas estaduais. Notários e registradores podem adotar uma escola para promover atividades conjuntas em benefício da comunidade (pais e alunos), essenciais na formação de cidadãos conscientes.

O projeto permite um acolhimento por parte da direção da escola adotada e o estreitamento de laços sem qualquer tipo de contrato, termo ou acordo burocrático. Trata-se de uma parceria entre a Anoreg/SP (Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo) e a Secretária de Estado da Educação. E conta com o apoio das associações representativas da atividade extrajudicial: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Sinoreg/SP, Arisp, Arpensp, CNB-SP, IEPTB/SP e IRTDPJ/SP.