Argolo Ferrão tem o maior número de casos e recebe mutirão de limpeza

A ação é feita pela Prefeitura em parceria com a própria comunidade

 

Foto: Edio Junior

O bairro Argolo Ferrão, na zona oeste de Marília, é o de maior concentração de casos positivos de dengue neste ano. Por conta disso, recebe um mutirão de limpeza hoje (sábado, 25). A ação é feita pela Prefeitura em parceria com a própria comunidade.

A área do Argolo é onde mora quase metade das vítimas de dengue confirmadas na cidade neste primeiro mês de 2020. O bairro concentra oito dos 18 casos. E ao todo há 62 suspeitas de contaminação entre os moradores.

A iniciativa de limpar a área, ajudando no processo, é um pedido dos próprios moradores. O lixo acumulado em áreas abertas oferece criadouros para o mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue.

Além disso, a Saúde Municipal lembrou que favorece a leishmaniose (transmitida pelo mosquito palha) e o surgimento de escorpiões, baratas e outras ameaças à saúde.

O mutirão será coordenado e executado com a comunidade pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Limpeza Pública. O gestor da pasta, Vanderlei Dolce, conta que foram disponibilizados para a ação um caminhão e uma máquina.

A Prefeitura também está oferecendo luvas aos populares que participarão da ação.

O objetivo é limpar vielas, quintais, margens de barrancos, entre outros espaços de difícil acesso, onde apenas os moradores têm domínio. “É um trabalho em parceria, não uma ação invasiva. A população quer fazer a sua parte e vamos fazer juntos”, disse Vanderlei.

De acordo com a Prefeitura, os resíduos domiciliares deveriam ter sido colocados na rua mais próxima, para coleta regular de lixo, porém, ao longo do tempo faltou conscientização por parte de alguns moradores, gerando “lixões improvisados”.

Além da limpeza, a USF Argolo Ferrão (Unidade de Saúde da Família) intensificou a busca de pacientes sintomáticos e a orientação aos moradores do bairro.

“Esse é um exemplo de como a população pode se mobilizar. Começa dentro da nossa casa”, enalteceu o secretário municipal de Saúde, Ricardo Mustafá.