Aeronave hibrida entre avião e helicóptero se aproxima da realidade

Tiltrotor AW609 realiza primeiro voo e deverá ser homologado nos próximos meses pela FAA, agência de aviação civil dos Estados Unidos

O quarto tiltrotor AW609, representativo da configuração final da produção, realizou com sucesso seu primeiro voo na fábrica da Leonardo, localizada na Filadélfia (EUA), permitindo o programa entrar nos estágios finais de desenvolvimento.

A aeronave que une características de operação de um helicóptero com um avião turbo-hélice deverá ser certificada nos próximos meses dentro da categoria Powered Lift, da FAA, a agência de aviação civil dos Estados Unidos.

A classificação é inédita e representa a primeira adição de categoria em décadas.

 A diferença está no fato dos tiltrotor não serem classificados como helicópteros e nem mesmo aviões.

O AW609 está em desenvolvimento desde a década de 1990, exigindo a criação de uma série de sistemas e considerações inéditas na indústria aeronáutica.

O conceito é o mesmo do militar V-22 Osprey, desenvolvido pela Bell Helicopters e a Boeing. Um dos destaques do AW609 é poder operar em helipontos, especialmente útil em grandes centros urbanos, e voar como o mesmo desempenho de um avião turbo-hélice, em termos de capacidade e velocidade.