Aposentada perde quase R$ 12 mil no “Golpe do Cartão”

Vítima entregou três cartões bancários e senhas para criminosos

Por Matheus Brito

Mais uma pessoa foi vítima do “Golpe do Cartão” em Marília. Dessa vez, uma aposentada de 55 anos entregou na quarta-feira (8) cartões e dados bancários para criminosos que efetuaram compras que totalizaram quase R$ 12 mil.

Segundo relato da vítima, por volta das 13 horas, uma ligação no telefone fixo afirmando ser da central de atendimento do cartão e que haviam sido efetuadas compras com seu cartão de crédito.

Usando o telefone fixo, a vítima ligou para a Central de Atendimento do Banco do Brasil, mas foi transferida para criminosos, que conseguiram obter dados bancários da aposentada.

Minutos depois, um motoqueiro foi até a residência da vítima na rua Gonçalves Ledo, no bairro Palmital, na zona Norte, onde fez a recolha dos três cartões da vítima.

Utilizando os cartões e senhas da vítima, os criminosos efetuaram compras que totalizaram 11.998,59.

A aposentada informou as características físicas do homem para quem entregou os cartões e também da motocicleta usada na ação criminosa. O caso de estelionato será investigado pela Polícia Civil de Marília.

Alerta – Na edição de 2 de junho do ano passado, o Jornal da Manhã produziu reportagem sobre várias modalidades de golpes aplicados em Marília. Uma das práticas alertada pela Polícia Civil foi o “Golpe do Cartão de Crédito”. O delegado José Carlos Costa admitiu preocupação com esse tipo de delito, pois o criminoso mantém contato pessoal com a vítima.

“Ele ocorre quando a vítima recebe uma falsa ligação do banco informando algum tipo de problema em seu cartão bancário e o criminoso pede para ela utilizar o telefone fixo para ligar no 0800. Essa ligação é transferida para o celular do criminoso, que obtém número e senha do cartão, e informa que um funcionário do banco vai até a residência para inutiliza-lo. A vítima entrega o cartão e os bandidos acabam efetuando saques e compras em valores elevados”, disse.