Duas ótimas razões para fazer uma visita à Jeep Viviani

De acordo com a Jeep, além do Brasil - que foi o 1º mercado a receber o Compass de 2ª geração, em 2016 - o SUV médio é produzido também no México, China e Índia e comercializado em mais de 100 países. No ranking da marca, o Compass é seguido por Grand Cherokee (155.435), Wrangler (147.968), Renegade (127.923) e Cherokee (117.319).

Uma das atrações do showroom da Jeep Viviani - Concessionária Jeep para Marília e Região (Av. Tiradentes, 1250) - Tel. (14) 3402-3999, o  SUV médio Compass foi o modelo mais procurado da Jeep (FCA - Fiat Chrysler Automóveis ) no 1º semestre deste ano, com um total de 174.708 unidades comercializadas em todo o mundo, segundo os números da consultoria Focus2Move.

 

De acordo com a Jeep, além do Brasil - que foi o 1º mercado a receber o Compass de 2ª geração, em 2016 - o SUV médio é produzido também no México, China e Índia e comercializado em mais de 100 países. No ranking da marca, o Compass é seguido por Grand Cherokee (155.435), Wrangler (147.968), Renegade (127.923) e Cherokee (117.319).

 

Curiosamente, o resultado mundial não reflete o que acontece no mercado brasileiro. Nos primeiros seis meses de 2019, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o Compass somou 28.033 emplacamentos, ante os 33.048 do Renegade.

 

Feliz 2019!

Ao que tudo indica, a Jeep (FCA - Fiat Chrysler Automóveis ) vai terminar o ano comemorando a dobradinha feita pelos Jeep Compass e Renegade na liderança entre os SUVs.

Linha 2020

 

O Jeep Compass chegou à linha 2020 mais equipado. Todas as sete opções do SUV preferido pelos brasileiros trazem novidades, como a partida por botão, o sensor de chuva e o acendimento automático dos faróis, que passaram a equipar a opção de entrada Sport. 

 

Os conjuntos propulsores - duas opções de motores e duas de transmissão - do Compass 2020 permanecem os mesmos.  O motor 2.0 flex de até 166 cv e força (torque) de 20,5 mkgf que atua com o câmbio automático de seis velocidades equipa as versões Sport, Longitude e Limited. 

 

O  motor 2.0 turbodiesel de 170 cv, combinado com o câmbio automático de nove velocidades equipa as opções Longitude, Limited, Trailhawk e Série S.

 

Renegade 2020 

Outra grande atração do showroom da Jeep Viviani, com mais de 200 mil unidades vendidas no Brasil desde que chegou ao mercado em abril de 2015, o Jeep Renegade, primeiro veículo a sair das linhas de montagem do complexo industrial de Goiana (PE), se tornou o atual líder de vendas no segmento de SUVs compactos. compactos.

 

Junto com o irmão Compass, é responsável pelo crescimento da marca no país e pelo acirramento da concorrência na categoria. Atualmente, é comercializado em 6 diferentes versões, que variam de acordo com a lista de equipamentos, tipo do motor (1.8 flex de 139 cv ou 2.0 turbodiesel de 170 cv), escolha do câmbio (manual de 5 marchas ou automático de 6 ou 9 velocidades) e opção de tração (dianteira ou 4x4).

 

Aguardado com grande expectativa por ser o primeiro Jeep produzido em Pernambuco, o Renegade chegou ao top 10 da lista de mais vendidos do Brasil apenas 5 meses depois do lançamento. Em dezembro de 2015, ainda no primeiro ano de estreia, bateu o recorde de vendas mensais para um utilitário-esportivo no Brasil e, no mês seguinte, alcançou o top 5 no ranking (posição inédita para um SUV). Junto com o Compass, fez do Jeep a marca líder geral da categoria de SUVs no país, posição conquistada em 2016 e mantida até hoje. 

 

Em sua linha 2019, o Renegade não sofreu alterações estruturais no visual. A novidade principal é a oferta de luzes full LED como item de série em toda a gama, com exceção da versão Sport e derivações. A Jeep diz que a eficiência luminosa aumenta 50% com o conjunto em LED.

 

O Renegade pode ser equipado com motores 1.8 flex de 139 cavalos ou 2.0 turbodiesel, de 170 cv. O câmbio é sempre automático, de 6 e 9 marchas, respectivamente, com tração 4x4 para o motor diesel.