Crimes de estupros já são 6,7% superiores que em 2018

Delitos cometidos contra vítimas menores de 14 anos também é 9,5% maior que todo ano passado

Por Matheus Brito

O último mês do ano teve início no domingo e já é possível afirmar que os crimes de estupros estão numa crescente em Marília. Números da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo apontam que esse tipo de delito já é 6,7% superior em comparativo com 2018.

Análise das estatísticas feitas pela reportagem do Jornal da Manhã indica que até o mês de outubro foram registrados pela polícia 63 casos de estupros em Marília. O número é 6,7% superior ao contabilizado em todo 2018, quando ocorreram 59 delitos.

O crescimento da violência contra a mulher em Marília é ainda superior em comparativo com os números de 2017. Os dados atuais são 23,5% maiores com o daquele ano, quando ocorreram 51 registros de estupros.

Os números de 2019 indicam os bairros da zona Norte com maior incidência desse tipo de delito com 38% (24) dos crimes. A região Oeste vem em seguida com 25,3% (16), Sul com 20,6% (13), Leste com 9,5% (6) e Central com 6,3% (4).

Do total de estupros ocorridos no ano, 73% tiveram vítimas menores de 14 anos. O delito contra vulnerável também já é 9,5% superior que em 2018, quando tiveram 42, e 27,7% que em 2017, com 36 registros.

A zona Norte mais uma vez concentra a maioria dos delitos de violência sexual contra menores de 14 anos. A região contabilizou 34,7% (16) dos crimes nos dez primeiros meses do ano. A Oeste vem em seguida com 32,6% (15), Sul com 23,9% (11), e Leste e Central com apenas 4,3% (2) cada.