Zonas Norte e Oeste concentram 80,7% dos flagrantes por tráfico

Estatísticas foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo

Por Matheus Brito

Os bairros das zonas Norte e Oeste tiveram maior incidência de flagrantes por tráfico de entorpecentes no mês de outubro em Marília. Números divulgados pela Secretaria se Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, indicam que juntas as duas regiões concentraram 80,7% das ocorrências.

Os dados do governo paulista apontam a zona Norte com mais casos de flagrantes por tráfico de entorpecentes no período. A região contabilizou 42,3% das ocorrências (11) e é seguida de perto pela Oeste com 38,4% (10). A Sul teve 15,3% (4) e Central apenas 3,8% (1), enquanto a Leste não contabilizou nenhum delito do tipo.

Delito que apresentou crescimento de 11,1% no mês de outubro, o estupro foi registrados em quatro das cinco regiões de Marília. As zonas Norte, Oeste e Sul tiveram maior incidência com 3% (3) cada. A Central contabilizou os outros 10% (1), e mais uma vez a Leste não registrou esse tipo de crime.

Já os roubos tiveram maior frequência em bairros da zona Sul. A região contabilizou 31,5% (6) dos assaltos no décimo mês do ano em Marília. Norte e Oeste vem em seguida com 21% (4) cada, Leste com 15,7% (3) e Central com 10,5 % (2).

A região Oeste ainda teve a maior incidência de furtos no período. Ao todo foram registrados 23,8% (41) dos delitos. A Sul teve 23,2 (40), Sul e Central com 20,9% (36) cada, e Leste com apenas 11% (19).

A zona Oeste também concentrou a totalidade de mortes em acidentes de trânsito em Marília. A região contabilizou a única vítima em colisões no perímetro urbano e rodovias no período.