Papai Noel piloto é tema dedecoração em Congonhas

Pelo sexto ano consecutivo, a Latam Airlines Brasil se tornou responsável pela decoração de Natal no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Pelo sexto ano consecutivo, a Latam Airlines Brasil se tornou responsável pela decoração de Natal no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

A tradicional decoração montada no piso principal do aeroporto, próximo ao acesso de embarque, ganhou o tema Comandante Noel.

Um enorme Papai Noel, utilizando um quepe de comandante, está ao lado de uma caixa de presentes gigante, com cores e detalhes natalinos especiais, onde o público pode fazer fotos e vídeos.

Ao todo, o espaço decorado ocupa 42,5 metros quadrados no saguão de Congonhas, apresenta um Papai Noel de cinco metros de altura e que traz como adereços mais de 1.850 peças, entre estrelas, laços, bolas decorativas com destinos da companhia aérea e outros itens natalinos.

Segundo a Latam, em breve haverá uma ação especial no aeroporto para todos os passageiros que passarem pela área decorada.

 

Latam confirma interesse em

voar entre SP e Doha em 2020

O Grupo Latam Airlines anunciou que continua avaliando novas rotas, incluindo uma entre São Paulo e Doha (Catar), sujeita à viabilidade operacional.

Essa rota complementaria o código compartilhado bilateral entre Latam Airlines Brasil e Qatar Airways, implementado em outubro de 2019, além de mais opções para o Oriente Médio, Ásia e África.

A aérea também informou que seguirá ampliando a sua operação internacional no Peru com mais frequências de Lima para Miami (Estados Unidos), Assunção (Paraguai) e Montevidéu (Uruguai).

A partir de 1º de janeiro de 2020, aumentará sua operação entre Lima e Assunção, saltando de quatro voos semanais para um voo diário, em aeronaves A320.

A partir da mesma data, oferecerá um voo diário de Lima para Montevidéu (Uruguai). Já a partir de 1º de junho de 2020 vai operar três voos diários entre Lima e Miami com aeronaves Boeing 767, adicionando um voo diário (170 mil assentos extras ao ano na rota).

 

Airbus prevê que frota de aviões comerciais na América Latina deverá dobrar em 20 anos

De acordo com o último estudo de Global Market Forecast publicado pela Airbus, a América Latina deverá quase dobrar a atual frota de aviões comerciais até 2040.

O aumento será para atender ao crescimento do tráfego aéreo, quando a região passará das 1.460 aeronaves atualmente em operação para 3.000 nas próximas duas décadas, um aumento de 1.540 aeronaves.

Do total das novas 2.700 aeronaves previstas para os próximos 20 anos, 1.160 serão para substituir aeronaves existentes de gerações mais antigas, enquanto aproximadamente 300 aviões atualmente em uso deverão permanecer em operação.

A Airbus prevê a necessidade de 47.550 novos pilotos e 64.160 técnicos nos próximos 20 anos apenas na América Latina, representando 9% da demanda global por pilotos e 10% da demanda global por técnicos.

Simulador de engenharia do  Gripen é inaugurado no Brasil

A Saab inaugurou no Brasil o primeiro simulador de desenvolvimento do Gripen voltado para a realização de testes de desenvolvimento e verificação dos sistemas. O chamado S-Rig, abreviação de Systems-Rig, é o primeiro feito pela Saab fora da Suécia e foi montado no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen, na planta da Embraer, em Gavião Peixoto (SP).

De acordo com a fabricante sueca, o simulador será usado para testes de desenvolvimento e verificação dos sistemas, subsistemas e funcionalidades do caça no país, especialmente de sistemas desenvolvidos pela Saab, Embraer, Atech e demais parceiros.

O S-Rig também dará suporte as atividades do Centro de Ensaios em Voo do Gripen (GFTC) que será instalado no em Gavião Peixoto em 2020.

 “O S-Rig é um simulador completo da aeronave que possibilitará que o Brasil tenha total capacidade para testar todos os sistemas do Gripen.

O Brasil é o único país com essa capacidade fora da Suécia”, disse Mikael Franzén, vice-presidente e head da unidade de negócios Gripen Brasil da Saab Aeronautics.

A Saab afirma que mesmo após o desenvolvimento total do Gripen no Brasil o simulador continuará sendo útil para a FAB e a indústria nacional de defesa, para o desenvolvimento e acesso a novas funcionalidades do caça como, por exemplo, a integração de novas armas.