MAC anuncia técnico e início da pré-temporada para o dia 2

Ex-goleiro Júlio Sérgio foi o treinador do Linense na Série A-2 desta temporada

Por Jorge Luiz/foto: Mauro Abreu

 

O ex-goleiro Júlio Sérgio Bertagnoli, de 40 anos, foi apresentado oficialmente ontem (dia 18), como novo técnico do Marília Atlético Clube (MAC), para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-3.

O anúncio foi feito no estádio Bento de Abreu, com a presença do presidente (e prefeito) Daniel Alonso e do diretor executivo Diego Cope, que revelou o início da pré-temporada para o dia 2 de dezembro (segunda-feira).

O novo treinador se mostrou bastante feliz e empolgado com o acerto. “O Marília tem uma estrutura muito boa, uma camisa que tem uma história recente muito interessante e que vem com um projeto e não só um campeonato, que envolve revelação e disputar outras competições importantes. E isso é importante para quem inicia um trabalho”, declarou.

O último clube de Júlio Sérgio foi o Linense, que acabou rebaixado na Série A-2. Entretanto, quando foi demitido o time está na 8ª colocação (dentro da zona de classificação), com 11 jogos (três vitórias, quatro empates e quatros derrotas) e há cinco partidas sem vencer.

“A gente tinha mais de 60% de posse de bola, o triplo de oportunidades de gol das outras equipes e nós começamos o campeonato de maneira invertida. Tínhamos 100% de aproveitamento fora de casa e em casa vários empates e algumas derrotas. Quando eu sai a gente estava no G-8 (zona de classificação), mas como o futebol tem dessas coisas, a diretoria resolveu trocar e depois que eu sai eles perderam todos os jogos. São coisas que acontecem. Futebol não tem certo e errado. Futebol tem resultado. Gosto muito do Marcelo Bielsa (técnico argentino), que diz que no futebol só existe uma exceção: a vitória. Vim para cá para tentar ser essa exceção e conquistar o acesso”, declarou.

O único trabalho do novo técnico maqueano na Série A-3 foi em 2017, quando assumiu o Olímpia na 14ª rodada e levou o time até a semifinal contra o Nacional.

“Não subimos porque perdemos nos pênaltis. É uma divisão que esse ano vai ser muito competitiva, com alguns clubes que têm feito um bom trabalho, mas eu acho que a gente tem condições de equiparar isso com o que está sendo montado aqui. Com certeza o Marília vai vir buscando o acesso”.

Júlio Sérgio começou a carreira de treinador em 2015 no CRAC-GO e ficou no clube até 2016. Na temporada seguinte comandou o Sertãozinho na Série A-2 (5 jogos) e o Olímpia na A-3. No ano passado esteve no Prudentópolis-PR (elite do Paraná) e dirigiu o Linense no Brasileiro da Série D.

Como goleiro, foi revelado pelo Santos, onde conquistou dois títulos do Brasileirão (2002 e 2004) e jogou na Itália de 2006 a 2014 (Roma e Lecce), além de alguns clubes paulistas do interior.

Pré-temporada

A pré-temporada só começa no dia 2 de dezembro, mas no último fim de semana, dois nomes de atletas já foram confirmados. O volante Mykaell, titular na campanha do acesso na ‘Bezinha’, renovou contrato. O primeiro reforço foi o goleiro Igor, de 30 anos, que trabalhou com o técnico Júlio Sérgio no Linense.

“É um goleiro de muita constância. Existem aqueles que são espetaculares, mas não mantém uma regularidade. Gosto muito de regularidade e o Igor se encaixa nesse perfil. Tenho certeza que vai corresponder às expectativas”. 

O técnico falou como será a montagem do elenco para a Série A-3.

“Não vamos contratar todo mundo antes de janeiro, porque tem alguns jogadores que vão tentar atuar em divisões maiores e a gente vai tentar negociar com esses atletas. Queremos ter até 90% do elenco montado até o dia 15 (janeiro), para podermos fazer alguns amistosos e ter um elenco interessante para o início do campeonato”.

Júlio Sérgio disse que tem interesse em alguns nomes que conquistaram o acesso pelo MAC nesta temporada, mas não revelou nomes.

“Nós temos a intenção de aproveitar aqueles jogadores que estavam aqui, pois já possuem uma ligação com o clube e com a cidade. Estamos tentando, mas obviamente quando você ganha alguma coisa, existe uma valorização. Os jogadores vão ter que entender que aqui eles vão fazer parte de um projeto e que talvez outros clubes podem pagar mais. Se tivermos essa disponibilidade de ambos os lados, a gente vai querer manter no mínimo de três a cinco jogadores”, revelou.

O comandante acredita que na Série A-3 as condições financeiras de cada clube são bem parecidas.

“Nessa divisão a questão orçamentária é mais igual. Não vai ter ninguém com muito mais dinheiro para gastar e agora cabe a mim fazer bem esse mercado, fazer as contratações pontuais, dividir bem esse orçamento, para que a gente possa ter um time bastante competitivo”.

Júlio Sérgio terá como auxiliar o mariliense Lucas Toribio, que foi treinador no vice-campeonato do Paulista Sub-13 de 2014 pelo Maquinho e que estava recentemente atuando como ‘olheiro’ da Ponte Preta. O preparador físico e o de goleiros vão ser anunciados nos próximos dias.

Goleiro Igor

O goleiro Igor Castro foi titular nos 15 jogos do rebaixado Linense na Série A-2 deste ano. Ele estava no clube de Lins desde 2017 e jogou também a Copa Paulista e o Brasileiro da Série D.

O jogador chegou a jogar outras duas edições da Série A-2. Pelo Velo Clube em 2015 foi reserva e em 2016 foi titular absoluto do Monte Azul nas 19 rodadas da 1ª fase. Ele inclusive atuou no empate em 0 a 0 com o MAC, no Abreuzão, em que os dois foram rebaixados. Em 2017, foi titular pelo Olímpia na Série A-3, que chegou até a semifinal.

Revelado pelo São Bernardo FC, o goleiro também tem passagens pelo futebol do Sul. Em Santa Catarina jogou por Marcílio Dias (2013) e Concórdia (2014); e em 2016 defendeu o Inter de Lages-RS.