Evento com urologista atrai público masculino

Roda de conversa abordou prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata

Por Ana carolina Godoy / Fotos Edio Junior

Cerca de 40 pessoas participaram ontem (7) de uma roda de conversa sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. O médico urologista Valdir Marin foi o profissional convidado e respondeu a todas as dúvidas. O envolvimento foi considerado positivo pelo Grupo Empreender, que promoveu o evento.

A roda de conversa foi realizada ontem à tarde na Famema, onde o Grupo Empreender promoveu um dia todo de atividades em reverência ao Movimento Novembro Azul, de prevenção e diagnóstico do câncer de próstata.

O Empreender é um grupo de 72 mulheres voltado ao empoderamento e empreendedorismo feminino nas mais diversas áreas e também a realizações sociais.

Os homens foram maioria na roda de conversa e muitos são maridos de mulheres do Grupo Empreender. “A mulher exerce um papel de extrema importância na conscientização dos homens da família”, disse uma das diretoras do Empreender, Denise Campos.

O urologista Valdir Marin tem 30 anos de profissão e ressaltou que o comportamento masculino sobre o autocuidado tem evoluído gradativamente, embora de forma lenta. “Muitos pacientes já me procuram por conta própria, mas 30% ainda comparecem acompanhados das esposas e outra boa parte chega sozinha, mas por influência de mulheres da família”.

O evento foi considerado positivo pelo Empreender por sua proposta interativa e pela didática do médico. “Foi uma atividade diferenciada, dinâmica e leve. Os presentes participaram ativamente, fizeram muitas perguntas e tudo foi abordado de forma agradável e respeitosa, sem piadas e preconceito”, frisou Denise Campos.

O evento teve o apoio do programa Saúde do Adulto da Secretaria Municipal da Saúde, através da coordenadora Carolline Matias. A pasta intermediou a vinda do urologista. Os homens participantes serão encaminhados para agendamento de consulta na rede básica de saúde.

Antes da roda de conversa, houve uma palestra pela manhã com o médico radiologista Yuri Kremp, do setor de Oncologia do Hospital das Clínicas. E durante todo dia ficaram montadas no pátio da Famema uma feira de artesanatos do Empreender e a exposição “Cores multidisciplinares”, do artista plástico Sérgio Doretto.

Câncer de próstata

O diagnóstico precoce aumenta em até 90% as chances de cura do câncer de próstata. A idade é fator de risco: 65% dos casos correspondem a pacientes com mais de 65 anos de idade.  Além de histórico familiar, raça negra (maior incidência); hábitos alimentares inadequados, sedentarismo e obesidade.

Mesmo sem sintomas, a partir dos 50 anos de idade é preciso assumir a rotina preventiva anual. Se houve fatores de risco, é aconselhável antecipar essa prevenção em cinco anos.