Ricardo Costa pode se tornar o técnico com mais jogos pelo MAC nesta década

Com os 28 jogos sob seu comando, ele está em 3º lugar – uma partida atrás de Guilherme Alves e há quatro de Luís dos Reis

Por Jorge Luiz

O técnico Ricardo Costa levou o Marília Atlético Clube (MAC) ao acesso no Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23) e pode ficar marcado também por outros números. Se renovar seu contrato (terminou após a final) para a Série A-3 2020, poderá se tornar o treinador que mais comandou o Alviceleste nesta década (desde 2011).

Com os 28 jogos sob seu comando nesta ‘Bezinha’, ele atualmente está em 3º lugar – uma partida atrás de Guilherme Alves (29) e há quatro de Luís dos Reis (32).

“Primeiramente fico muito feliz por ter alcançado esses números em um clube com uma camisa tão pesada no futebol, como é o MAC. O meu desejo é de permanecer, essa é minha prioridade, mas ainda não concluímos nada (com a diretoria). Gostaria muito de poder bater essa marca (recorde na década), porque sempre digo aos meus atletas que você tem que deixar sua marca por onde passa, deixar um legado”, declarou Ricardo Costa.

Amanhã (dia 7) o treinador virá a Marília – está atualmente em Campinas – para se reunir com a diretoria e provavelmente acertar a renovação de contrato.

Ricardo Costa disse que quer manter uma base de atletas que jogou a 4ª Divisão, mas não falou quantos e com quais quer contar. Também já disse manter contatos com possíveis reforços. “Estou em casa descansando com a família, mas o telefone sempre toca. É natural nesse período você já ir sondando alguns nomes”, frisou.

O técnico frisou que está sendo conversado com a diretoria maqueana a contratação de um gerente de futebol, mas que pode não ser propriamente para ajudar nas contrações de atletas.

“Já venho falando com a diretoria da necessidade de ter uma pessoa para fazer esse elo entre comissão técnica e jogadores com a diretoria. O Eduardo Nascimento (vice-presidente) fez essa função o quanto pode, mas ele também tinha outros afazeres e não podia ficar mais próximo. Para a Série A-3 esse cargo será muito importante, mesmo que não seja para nos ajudar em reforços. Porém, se também tiver esse perfil e for da confiança dos dirigentes, será muito bem vindo para nos fortalecer”, explicou.