Yamaha MT-125 2020 é apresentada com visual “robótico” como opção ‘naked’ de baixa cilindrada

O modelo foi revelado apenas duas semanas após a renovada MT-03 ser revelada também no continente.

A Yamaha apresentou na última quarta-feira (16), na Europa, a nova MT-125.

 

O modelo foi revelado apenas duas semanas após a renovada MT-03 ser revelada também no continente.

 

Da sua irmã de maior cilindrada, a moto de entrada traz também o novo visual “polêmico” que a montadora está utilizando.

 

Na dianteira, o novo farol com cara de robô é formado por dois “olhos” que são complementados por um “canhão” na parte inferior.

 

O modelo é similar à MT-15, vendida no mercado asiático, mas ganhou nova motorização de 125 cc de cilindrada para chegar à Europa.

 

Ainda não existem informações sobre uma possível venda do modelo no Brasil.

 

Motor de 15 cavalos

Com a mesma base de motor utilizada na esportiva YZF-R125, o monicilíndrico de 124,7 cc possui tecnologia com válvulas de atuações variáveis.

 

Ele rende 15 cavalos de potência máxima a 9.000 rpm e 1,16 kgfm de torque a 8.000 rpm.

 

Embreagem deslizante, farol de LED, suspensão dianteira invertida, novo chassi “Deltabox” de alumínio e disco de freio de 292 mm na dianteira, são alguns dos itens de destaque na Yamaha MT-125.