Ex-volante do MAC morre em acidente na rodovia em Brasília

Pelo Alviceleste, Agenor fez 25 partidas e marcou um gol nas temporadas 2016 e 2017

Texto: Jorge Luiz

Foto: Edio Jr.

 

Uma das duas vítimas fatais na colisão, que envolveu um carro e uma motocicleta na madrugada de hoje (dia 14), na BR-020 (liga Brasília a Fortaleza), foi o volante Agenor, de 38 anos, que defendeu o Marília Atlético Clube (MAC) entre 2016 e 2017.

O atleta conduzia um veículo modelo Peugeot de cor branca, quando perdeu o controle e acabou atravessando a pista sobre a ponte do córrego Mestre D’Armas.

O carro acabou capotando. Agenor teve afundamento de crânio e já foi encontrado sem vida pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF). A outra vítima é Wemerson de Oliveira Dias, de 27 anos.

Ele estava em uma motocicleta e foi atingido após o carro de Agenor invadir a pista. Wemerson chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Regional de Sobradinho (HRS), mas não resistiu às múltiplas fraturas e à parada cardiorrespiratória sofrida.

Natural do Rio de Janeiro, Agenor Figueiredo Santos começou a carreira no futebol do Distrito Federal. Formado na base do Brasília, vestiu a camisa de outros clubes locais, como Brasiliense, Gama, Paranoá, Sobradinho e Formosa.

Fora da capital do País, defendeu clubes tradicionais como: Atlético-GO, Ponte Preta, Marília, Santo André, Paraná e América-MG.

Com o Santo André, Agenor conquistou o título da Série A-2 do Campeonato Paulista de 2016. O último clube do volante foi o Planaltina, onde ele disputou a Segunda Divisão do Campeonato Candango.

No MAC, o volante disputou a Copa Paulista de 2016 (nove jogos) e o estadual da Série A-3 de 2017 (16 jogos e um gol). No total, o atleta atuou em 25 partidas e marcou um gol.