MAC é um dos 4 clubes invictos como mandante nesta 'Bezinha'

Técnico Ricardo Costa começa hoje a definir o time titular para domingo

 

Se depender do retrospecto como mandante no Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23), o torcedor do Marília Atlético Clube (MAC) pode ficar bem otimista para o jogo deste domingo (dia 22), contra o Catanduva FC, às 10h, no estádio Bento de Abreu, pela última rodada desta 3ª fase. Em casa, o Alviceleste é uma das quatro únicas agremiações que seguem invictas.

Para avançar às quartas de final sem depender de outro resultado, o Marília não pode perder no fim de semana. Em dez partidas realizadas no Abreuzão, são seis vitórias e quatro empates (73,3%). “O fator casa é um ponto muito forte a nosso favor e a confiança é sempre a mesma. Vamos conseguir essa classificação na última rodada”, comentou o zagueiro Raphael.

Os outros três clubes que ainda não perderam em casa são: Paulista de Jundiaí (87,8%), Fernandópolis (77,7%) e São José (69,6%). Como visitante o Catanduva tem apenas 42,4% de aproveitamento e somente três vitórias. Entretanto, foram só três derrotas fora de casa, além de cinco empates. No domingo, o adversário maqueano só tem um resultado que interesse para ficar com uma das duas vagas do ‘Grupo 13’: a vitória.

O MAC também pode seguir na competição em caso de derrota no Bento de Abreu, mas aí já dependeria do Tupã não perder em Franca. O empate já assegura a classificação. Se o Tupã vencer a Francana chegaria aos mesmos nove pontos maqueanos, mas teria que tirar uma diferença de seis gols de saldo para tirar.

Coletivo hoje

O técnico Ricardo Costa começa hoje pela manhã (às 9h), no Abreuzão, a definir o time titular para o duelo contra o Catanduva, com portões fechados. Desfalques certos são o meia Ícaro e o atacante Erik Bessa, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Seus substitutos não foram definidos. No meio-campo, a tendência é que o volante Eduardo seja adiantado para a armação, já que o volante Mykaell retorna de suspensão. O meia Wélder também é uma opção.

Quem está praticamente descartado é o meia Tom Tom, que desde a última sexta-feira, após a folga do jogo contra o Tupã, ainda não se apresentou. O jogador está em sua cidade (Goiânia) e informou no começo da semana que está com virose. Não há previsão para retorno ainda. Para a vaga de Bessa, o mais cotado é Dener, mas Lucas Souza e PH surgem como possibilidades.