Cooperativa Habitacional dos Comerciários, entrega hoje contratos do Residencial Firenze II

Núcleo levará o nome de “Delazir Aparecida Cingano Herrera”

 

Hoje, às 17 horas, serão entregues por meio da Cooperativa Habitacional dos Comerciários do Estado de São Paulo, 358 contratos registrados em cartório (com força de escritura).

Eles integram o Residencial Firenze II, que leva o nome de  “Delazir Aparecida Cingano Herrera”, mãe de Mário Herrera, presidente do Sindicato dos Comerciários de Marília, também  secretário de Habitação da Fecomerciários.

As casas contarão com 42,57 metros quadrados de área construída, compostas por dois quartos, banheiro, sala e cozinha, todos com laje além de área de serviço coberta.

Será entregue também com piso cerâmico e preparada para recebimento de aquecedor solar.

Parcerias: Cooperativa Habitacional, Prefeitura de Marília, Caixa Econômica Federal, Construtora Menin e Sindicato dos Comerciários de Marília.

Os conjuntos contam com a mais completa infra-estrutura. A saber: 1) Pavimentação (asfalto, sarjeta e calçada). 2) Esgoto sanitário. 3) Água potável. 4) Energia elétrica. 5) Iluminação pública 6) Arborização 7) Instalações urbanas próximas como escolas, creches, posto de saúde e outros. 8) Transporte público e 9) Coleta de lixo.

O Residencial Firenze II foi enquadrado no Programa Minha Casa Minha Vida e contou com subsídio do Governo Federal para cada casa de até R$ 31.665, com possibilidade de financiamento em até 360 parcelas e utilização do FGTS.

O empreendimento também foi declarado pela Prefeitura de Marília como sendo de interesse social e em função disso contou com isenção de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por 3 anos e também isenção de ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis).

 “Casa própria dá solidez e segurança às famílias.

A nossa Cooperativa está colaborando com esta conquista e, literalmente, abrindo portas para a realização deste sonho. Ter casa própria está entre os maiores desejos dos brasileiros.

A aquisição de um imóvel aumenta a qualidade de vida das pessoas que saem do aluguel e, assim, melhoram o orçamento doméstico.

Para a nossa satisfação, já são mais de 14 mil residências construídas em todas as regiões do Estado.

 A Cooperativa é um serviço de caráter social prestado pela nossa Federação e seus sindicatos filiados que, além de questões trabalhistas, também auxiliam a categoria em ações cidadãs.

E, além de colaborar com a concretização do objetivo de várias pessoas, o investimento na habitação aquece a economia local, pois material de construção e mobiliário são comprados no comércio da cidade e, igualmente, gera emprego direto e indireto”, deputado federal Luiz Carlos Motta, presidente da Cooperativa Habitacional dos Comerciários do Estado de São Paulo

“Com o Firenze II chegamos a 19 bairros na cidade. Tudo começou com o Jardim Lavígnia, em 1994. As mais de seis mil casas já construídas até hoje superam algumas cidades em número de habitantes.

Elas beneficiam mais de 20 mil pessoas”, Mário Herrera, presidente do Sincomércio em Marília .