Apae sai às ruas para marcar Semana Nacional

Cerca de 150 pessoas participaram da caminhada, entre funcionários, alunos, atendidos e familiares

A Apae de Marília saiu às ruas ontem para marcar a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla.

 

Uma passeata foi feita no centro comercial da cidade.

 

“Temos muitas conquistas, mas ainda há muito a ser feito. É necessário se fazer notar”, frisou a diretora pedagógica da entidade, Renata Alves De Marchi Sandalo.


Cerca de 150 pessoas participaram da caminhada, entre funcionários, alunos, atendidos e familiares.

 

A atividade da Apae de Marília teve o envolvimento das suas três frentes: Educação, Saúde e Assistência Social.  


“Ainda falta respeito às limitações humanas. Basta olhar, por exemplo, as falhas quanto à acessibilidade. Nós lutamos por nossos filhos com deficiência, mas nossas conquistas beneficiarão a muitos, porque qualquer pessoa está sujeita a precisar de uma sociedade mais compreensiva e de uma cidade mais acessível, até pelo próprio envelhecimento”, considerou a artesã Cristiani Bertassi Dias, mãe do aluno Danilo da Apae, que tem 15 anos e possui síndrome de Down.

 

Ele também participou da passeata.


A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla acontece todos os anos durante o período de 21 a 28 de agosto (Lei 13.585 de 26 de dezembro de 2017).

 

O objetivo é abrir debates e colocar a sociedade em reflexão no dever da igualdade para inclusão.


O tema central deste ano é “Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas”.

 

A Apae de Marília integra o movimento da Apae Brasil e abre sua programação à comunidade.


De acordo com a diretora pedagógica, ir às ruas é uma maneira de buscar o apoio da sociedade para as minorias.

 

E também gera identificação em quem se sente lesado por suas próprias condições ou de familiares, motivando e ganhando adeptos para a busca de direitos.

 

“Temos um longo percurso pela frente e esperamos que a sociedade esteja conosco”.


Olimpíadas

Desde segunda-feira (dia 26), ainda pela Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, a Apae de Marília promove as Olimpíadas internas.

 

As modalidades adaptadas são vôlei, basquete, futebol, arremesso de arco e boliche.

 

Participam alunos locais e das Apaes convidadas: Pompeia, Garça e Júlio Mesquita.

 

 

Por Carolina Godoy/Fotos: Edio Jr./JM