Assistência Social faz Operação Inverno

Quem recusa o convite para pernoitar na Casa Cidadã recebe agasalhos e roupas

Nessa nova frente fria, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social tem feito rondas adicionais na busca de pessoas em situação de rua.

 

Quem recusa o convite para pernoitar na Casa Cidadã recebe agasalhos e roupas.

 

Na quarta, a chamada Operação Inverno acolheu uma idosa que estava na rua São Luiz às 10 horas da noite.


De acordo com a secretária da pasta, Wania Lombardi, a Operação Inverno é feita sempre que a temperatura cai.

 

Além da ronda de rotina nos pontos de maior incidência de moradores de rua, quando esfria são disponibilizadas duas e não uma equipe, estendendo a busca para a cidade toda.

 

“Os dois veículos atendem aos chamados e também percorrem a cidade no geral, procurando pessoas desabrigadas”, explicou a gestora.


Na quarta-feira a ronda encontrou uma idosa sozinha na rua São Luiz, às 22 horas.

 

Ela foi convidada e aceitou ir para a Casa Cidadã, onde recebeu refeição, banho e pernoitou.

 

Ontem a senhora foi encaminhada ao Cras (Centro de Referência da Assistência Social) do seu bairro e a família foi acionada.

 

Trata-se de uma pessoa com vício de acumulação que fica pelas ruas e recolhe o que encontra (materiais inservíveis), levando para casa.


Também tem pernoitado na Casa Cidadã uma gestante de fora de Tabatinga (a 177km de Marília).

 

Ela foi abordada nessa Operação Inverno e aceitou ajuda.

 

Ela está sendo cuidada e será encaminhada para sua cidade, recebendo a passagem da Secretaria de Assistência.


“Quando encontram pessoas na rua, as equipes da ronda fazem o possível para que elas aceitem o acolhimento da Casa Cidadã, mas infelizmente existem as que rejeitam totalmente essa possibilidade. Nesse caso, entregamos cobertores e agasalhos, que recebemos do Fundo Social de Solidariedade”, informou Wania Lombardi.


Inaugurada em 26 de junho, a Casa Cidadã substitui o abrigo que já existia, a Casa de Passagem, que ficava a 400 metros de distância.

 

A proximidade do antigo endereço facilita o encontro.

 

O endereço é rua Paraíba, nº 674.


Casa Cidadã

A maioria se dirige por conta própria ao serviço, com abertura todas as noites, a partir das 17 horas.

 

Apesar disso, há os que não buscam e costumam ser resistentes a esse tipo de ajuda.

 

Por isso, a secretaria quer ampliar o grupo de ronda para ter equipes nas ruas 24h por dia, abordando os andarilhos e pessoas em situação de rua.

 

Só que não é permitido forçá-los a aceitar o acolhimento, pelo direito do cidadão de escolha.


A saída é às 7h do dia seguinte.


Os acolhidos pela Casa Cidadã têm local para deixar seus pertences pessoais, tomam banho, recebem o jantar e pernoitam, saindo no outro dia, às 7h.

 

A secretaria quer implantar oficinas e palestras diversas, entre outros serviços, como corte de cabelo e contação de histórias, por exemplo.

 

O trabalho está aberto ao voluntariado.