Game brasileiro Lenin - The Lion ganha data de lançamento para PC

A insegurança é constante e o faz se sentir desencorajado.

Você é o único de sua espécie.

A insegurança é constante e o faz se sentir desencorajado.

Acima disso, outros sintomas surgem aos poucos para te deixar atento a uma realidade: você está com depressão.

Como compreender a doença e achar um modo de lidar com ela? Este é o enredo de Lenin - The Lion, game independente brasileiro (foto), que será lançado em 27 de setembro para PC.

No RPG desenvolvido há oito meses por uma única pessoa, o estudante de História da Arte João Bueno, o leão albino Lenin sofre de depressão em decorrência do bullying causado pelos moradores da aldeia onde vive - entre outros fatores que serão explorados no decorrer da história.

Por meio de experiências lúdicas, ele precisa acessar seus principais medos a fim de compreendê-los e, assim, descobrir a melhor forma de eliminá-los.

Em um mundo antropomorfizado e repleto de simbolismos, Lenin começará a conhecer mais sobre si mesmo.

 

Depois de quatro anos, mercado

de games pode ter novo líder

O mercado americano de games vai recuperar a liderança global em 2019. Essa, pelo menos, é a previsão da empresa de pesquisas Newzoo. De acordo com o estudo, o faturamento americano deve somar 36,9 bilhões de dólares, valor que superior ao que será arrecadado na China neste ano e que não foi divulgado. A última vez que os Estados Unidos ocuparam a primeira colocação do setor foi em 2015.

A previsão otimista é explicada no congelamento das licenças de novos jogos na China.

Em agosto do ano passado, a imprensa internacional noticiou que o governo chinês, com decisões que passaram pelo ministério da Cultura e do Turismo do país, decidiu impedir o lançamento de novos jogos no mercado local.

Antes o mercado que mais crescia no mundo, continente asiático deve ver as vendas de jogos e consoles aumentarem apenas 7,6% neste ano.

É um percentual abaixo do que deve ser registrado na América do Norte, 11,7%, na Europa e na África, 11,5% e na América do Sul, 11,1%.

 

Universo está à beira do colapso em

Genesis, novo jogo da Rampage Games

Genesis, novo jogo da Rampage Games, lançado na última terça-feira (13) para PlayStation 4, é um Moba (Multiplayer Online Battle Arena) com universo futurístico de ficção científica.

Game é ambientado no ano de 2332.

O universo está em colapso: ele se expande muito rápido, com divisão do espaço-tempo.

A Federação Humana liderou a busca por uma saída e encontrou um artefato deixado para trás no Big Bang: um rasgo no espaço-tempo que serve como portal para fora do universo. Agora, deuses e homens batalham entre si para garantir o controle da humanidade.

O modo principal de jogar é por meio de duas equipes de cinco jogadores. O objetivo é destruir a base inimiga. Mas também há a opção de jogar sozinho, contra o ambiente.

Além dos modos principais, os jogadores terão outros desafios, com recompensas após cada um deles. Quanto mais recompensas, mais forte se tornam os heróis e a equipe.

O game, que só poderá ser jogado com controle, mesmo em PCs, tem 27 heróis, de diferentes raças e planetas. Há opções divinas, como Zeus, Poseidon, Hades e Athena, e também personagens humanos.