Mariliense é medalha de prata no salto com vara do Pan-Americano

Augusto Dutra saltou 5,71 metros e foi o 4º brasileiro na história a conquistar uma medalha nesta prova

Marília teve dois representantes na disputa do salto com vara hoje à noite (dia 10), nos Jogos Pan-Americanos do Peru e um deles subiu ao pódio. Augusto Dutra fez a marca de 5,71 metros e terminou com a medalha de prata. Atual campeão olímpico, Thiago Braz, também mariliense, decepcionou mais uma vez e acabou na 4ª colocação com 5,51m. O ouro ficou com o americano Chris Nielsen (5,76 m) e o bronze com Clayton Fritsch (5,61 m), também dos Estados Unidos.

Augusto Dutra conquistou a quarta medalha do Brasil da história do salto com vara em Pan-Americanos. Nessa modalidade, o País tem uma de ouro com Fábio Gomes da Silva (5,40 m) na edição de 2007 no Rio de Janeiro, e duas de bronze com: Sinibaldo Gerbasi em Buenos Aires 1951 (3,90 m) e Tomás Valdemar Hinthaus em Caracas 1983 (Venezuela) com 5,20 m.

Em Lima, os dois marilienses – únicos representantes do Brasil no salto com vara – começaram a prova na altura de 5,51m. Ambos falharam na primeira tentativa, enquanto que os americanos Chris Nielsen e Clayton Fritsch passaram de primeira. Porém, na segunda tentativa Augusto e Thiago tiveram sucesso e a disputa ficou restrita a somente cinco atletas.

Com o sarrafo a 5,61 metros, só o americano Chris Nielsen passou de primeira. Augusto só conseguiu na terceira e última tentativa, enquanto que Thiago Braz encerrou sua participação na 4ª posição. Nesse momento, Augusto Dutra já havia garantido pelo menos o bronze, pois somente ele e os dois americanos estavam no páreo.

Na disputa dos 5,71 metros, o mariliense e Clayton Fritsch falham na primeira tentativa e o favorito Chris Nielsen passou de primeira. Na segunda tentativa, Augusto Dutra conseguiu saltar o sarrafo e o outro americano Clayton Fritsch acabou errando novamente e ficou com o bronze.

O mariliense viu o americano Chris Nielsen saltar 5,76 metros e em sua primeira tentativa não conseguiu. Na segunda, ele pediu para aumentar o sarrafo em 5,81 m. Augusto Dutra erra a corrida e nem chega a saltar na segunda tentativa. Na última, ele também não teve sucesso e terminou com a prata. Augusto Dutra e Thiago Braz vão disputar o Campeonato Mundial em Doha, no Catar, de 27 de setembro a 6 de outubro.