Um Golinho Só é atração no Sesi

Peça folclórica retrata a importância da água para a sobrevivência dos seres vivos

Nesta sexta (9) às 15 horas e sábado (10) às 16 horas, o Teatro do Sesi Marília recebe a estreia do espetáculo Um Golinho Só, selecionado a partir do Edital do SESI Viagem Teatral - Produções Inéditas, e desenvolvido com apoio e aporte do Sesi-SP.

A peça reflete a importância do laço harmonioso entre o ser humano e um de nossos maiores bens: a água. A entrada é gratuita, com ingressos reservados pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi.

Dirigida por Dino Bernardi, com texto de Ana Luiza Gentil e Dino Bernardi, Um Golinho Só conta os causos da Vila da Pedra Quebrada, onde gigantes malignos, tomados pela ganância, corações podres moldados pela doença do tudo querer corrompem os ribeirinhos da Vila.

Suas fontes, antes abundantes e cristalinas, tornaram-se barro.

Perdidos e vivendo de golinho em golinho, uma sábia mulher, dois pescadores e uma serpente mítica buscam no fundo da alma a ligação entre humanos e os elementos, em especial, a água.

Além de Marília, o espetáculo fará curtas temporadas em outros teatros do Sesi-SP, com boa expectativa de público.

Um Golinho Só faz o uso de fundamentos lendários e representações folclóricas, um teatro de bonecos que discute desde a relevância dos elementos naturais para os homens, até o impacto humano naquilo que nos mantém vivos.

Explorando a aridez que caracteriza a ficticia Vila da Pedra Quebrada, além de todas as possibilidades de ambientação trazidas pelas reviravoltas, a Cia. Cornucópia de Teatro trabalha com bonecos, máscaras e cenários versáteis, além da trilha sonora original, expandindo a ludicidade e entretenimento do espetáculo, banhando os ouvidos e olhos do espectador com metáforas entre a humanidade e a natureza.

“O espetáculo propõe a valoração dos recursos naturais por meio de uma investigação poética/teatral sobre o elemento água, a fim de resgatar arquétipos do imaginário popular do tema, com uma equipe artística de atuação ativa no interior do Estado de São Paulo.

Poder propiciar esta realização é de fundamental importância para o SESI-SP, uma instituição que visa promover espaços e recursos para criadores e produtores além da capital do estado, que têm menos visibilidade e receita para realizar novas obras.

É muito gratificante fazer circular essa economia criativa descentralizada, além de ser uma contribuição para a formação e repertório crítico e sensível do indivíduo, em seus aspectos estéticos, culturais, sociais e econômicos”, afirmou Daniele Carolina Lima Uchikawa, Analista de Atividades Culturais do SESI-SP.

Selecionado no Edital de 2019, Um Golinho Só foi um dos 121 outros projetos enviados por companhias e grupos teatrais e foi escolhido devido a qualidades artísticas e repertório da companhia e a estrutura que o projeto tem.

“O projeto traz a pesquisa de linguagem do diretor artístico Dino Bernardi e o teatro de bonecos, apresentado pela Cia Cornucópia de Teatro, o que ajuda a divulgar a cultura popular para o universo infantojuvenil”, comentou Daniele sobre o processo de produção do espetáculo, que tem no elenco as atrizes Adriana Scannavez, Cinthia Vendruscolo e Míriam Fontana, com a participação dos músicos Fábio Evangelista e Thomaz Féres e a direção musical de Fábio Evangelista.

Duração: 55 minutos. Classificação indicativa: Livre. Entrada gratuita - reservas antecipadas pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi.

Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes do início do espetáculo.

Com capacidade para 130 lugares (4 para cadeirantes), o Teatro do Sesi Marília está localizado na  Avenida João Ramalho, 1306.

Mais informações: tel. 3401-1500.