CMDCA publica lista de habilitados à eleição

Os 50 melhores colocados entram para a fase de apresentação documental

Saiu a publicação do resultado do processo seletivo do Conselho Tutelar.

 

Do total, 88 foram habilitados.

 

No entanto, somente os 50 melhores colocados entram para a segunda fase de classificação, devendo apresentar a documentação exigida pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente).


De 160 inscritos, 45 não compareceram para fazer a prova, aplicada em 14 de julho.

 

E 27 foram reprovados.

 

Os 88 aprovados foram listados na edição de ontem do Diário Oficial de Marília por ordem alfabética, e não de pontuação. 


Os 50 melhores colocados entram para a fase de apresentação documental.

 

Os demais ficam em uma lista de espera caso haja desistência ou desaprovação dos documentos apresentados. 


Ainda nesta semana deve sair nova publicação no Diário Oficial para retificação dos itens 18 a 22 do primeiro edital.

 

O CMDCA vai informar as alterações realizadas no processo seletivo, assim como todos os documentos necessários para que os aprovados na prova da Vunesp possam concorrer aos cargos de conselheiros tutelares.


A lista de documentos foi definida pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente com base na resolução do Condeca (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente).

 

Também sairá, nessa publicação, o prazo e o local para a apresentação documental.

 

“Toda essa etapa vai ser cumprida até o final de agosto porque, conforme prevê o Condeca, os candidatos aprovados nas etapas anteriores de prova e documentos têm direito a um mês de campanha eleitoral antes da data de votação”, disse a secretária executiva da Sede dos Conselhos Municipais, Lúcia Helena Chagas.


O Conselho Tutelar de Marília é dividido em dois conselhos, cada um com cinco titulares e cinco suplentes.

 

A eleição já está agendada para o dia 6 de outubro e os candidatos aprovados e depois eleitos assumem a função no dia 10 de janeiro.

 

O mandato é de quatro anos, até 9 de janeiro de 2024.