Município faz alerta de proteção

Caso a pessoa não tenha tomado a vacina quando criança, a rede básica pode disponibilizar o imunobiológico

Com a confirmação de dois casos de sarampo em Marília, o Município faz um alerta de proteção contra a doença.

 

O esquema vacinal, nesse caso, é de uma dose com um ano de idade (tríplice viral) e outra aos 15 meses (a tetra viral).

 

Caso a pessoa não tenha tomado a vacina quando criança, a rede básica pode disponibilizar o imunobiológico.


Com o slogan “Todos protegidos contra o sarampo”, a Secretaria Municipal da Saúde reforça o alerta para a vacinação de rotina e faz um chamado aos que não foram imunizados na idade prevista pelo Ministério da Saúde.


A recomendação é para que se verifiquem as cadernetas de vacinação e pessoas com idade entre sete e 29 anos façam a atualização da sua caderneta, indo a qualquer um dos postos de saúde da rede básica de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.


Os adultos acima de 30 anos e os nascidos a partir de 1960 (até 59 anos) também devem ser vacinados, completando ou iniciando o esquema vacinal.


Além do paciente que veio contaminado de São Paulo, com resultado positivo de exame para sarampo, há outro caso confirmado em que o paciente encontra-se internado.

 

A Vigilância Epidemiológica Municipal informou que já foram registradas 12 suspeitas de sarampo neste ano, sendo que as outras dez foram descartadas ou aguardam confirmação laboratorial.