Contaminação por Bactéria: Paciente grave precisa de ajuda financeira

Família pede doações para população e o irmão doou seu carro pra rifa

O HBU (Hospital Beneficente Unimar) internou ontem a atendente de telemarketing Ketlem J. da Costa Cruz para a continuidade do seu tratamento.

 

Há cerca de seis meses ela vem sofrendo por ter desenvolvido a síndrome Miller Fisher pela ingestão de uma bactéria.

 

Em função disso, a família passa por problemas financeiros e conta com a ajuda da população.

 

O irmão da paciente está rifando seu próprio carro.


A síndrome é rara e foi adquirida após Ketlem através de um alimento contaminado pela bactéria.

 

Ela passou trinta dias na UTI conseguindo mexer apenas os olhos, permaneceu mais 60 dias internada em leito comum e estava em casa, mas retornou ao HBU ontem para a continuidade do tratamento.


A paciente só tem movimentos dos ombros para cima e usa um respirador artificial, fornecido pelo Estado.

 

A nova internação é para que receba atendimento profissional intensivo voltado à sua reabilitação, incluindo fisioterapia. 


Apesar do atendimento via saúde pública, a paciente necessitou de cuidados especiais, incluindo medicações, suplementos e fraldas, e atenção integral do marido, que é armador de ferragens e parou de trabalhar por várias semanas. 


Com a nova internação, o esposo pretende retomar o trabalho, mas a família conta com a ajuda da população e faz uma rifa beneficente graças ao apoio do irmão de Ketlem, que abre mão do próprio carro. 


O prêmio será um Fiat Uno Fire 2002 e o sorteio correrá pela Loteria Federal no dia 4 de setembro deste ano.

 

Cada rifa custa R$ 30,00. Os telefones para quem puder adquirir um ou mais números são 99414-8616 e 99751-1044 (whatsapp).


O pagamento da rifa pode ser feito através também por transferência bancária ou depósito.

 

O cupom será enviado pelo whatsapp.

 

As contas são 16342-2, agência 07935 (Banco Bradesco) e 2006-0, agência 6977-9 (Banco do Brasil). Ambas em nome do irmão de Ketlem: Deivid Hugo da Costa.


Também são aceitas doações em valor, remédios, fraldas geriátricas tamanho EG ou pomada de nistatina.

 

O telefone do marido é 99727-8271.

 

A família reside no bairro Trieste Cavichiolli, em Padre Nóbrega.