AD Vaz/Marília x AABB decidem hoje vaga à semi no ‘Neusa Galetti’

Ontem à noite, as duas equipes fizeram o reconhecimento do ginásio da Avenida Santo Antônio

Oito anos depois, o ginásio de esportes Neusa Galetti (Avenida Santo Antônio) volta a receber um jogo de alto rendimento de futsal masculino. Hoje (dia 28), às 19h30, a Associação Dionísio Vaz/Vaztur/Marília recebe a AABB/São Paulo, no confronto de volta das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-1 (entrada gratuita). O time mariliense perdeu no duelo de ida (3 a 1) e precisa vencer (por qualquer diferença), para levar o confronto para a prorrogação, em que terá a vantagem de jogar pelo empate, por ter feito melhor campanha na 1ª fase.

O primeiro e único jogo de futsal masculino de alto rendimento, realizado no ginásio da Avenida Santo Antônio, aconteceu no dia 10 de outubro de 2011, pela semifinal do Campeonato Paulista. Na época, Marília tinha parceria com o São Paulo/Construban e recebeu o Santos, do craque Falcão. Aproximadamente cinco mil pessoas estiveram presentes nesta partida, em que o Peixe eliminou o Tricolor Mariliense, com a vitória por 6 a 3, com dois gols de Falcão. Na ocasião, o São Paulo/Marília havia empatado o duelo de ida na Baixada Santista em 5 a 5.

Técnico da AD Vaz/Marília, Milton Gomes Vaz era treinador do sub-20 do São Paulo/Construban em 2011. “Esse jogo contra a AABB é realização de um sonho, que já havia começado naquela época. Agora eu vejo ainda mais especial, porque o São Paulo não era um clube de Marília, ele era registrado por outra cidade e tinha apenas parceria aqui, o AD Vaz não, o clube está filiado na Federação Paulista de Futebol de Salão como agremiação mariliense”, destacou.

Para o jogo desta sexta-feira, o técnico Milton Gomes Vaz terá dois desfalques. O fixo Rafinha teve uma torção no joelho direito de ‘grau 2’ na primeira partida e ficará pelo menos 30 dias fora. Já o ala Renato foi negociado com o futsal pernambucano e vai se apresentar ao novo clube ainda essa semana.

O clube de Marília fez três contratações que já foram inscritas para o jogo de hoje: o fixo Léo, que estava no time de Luiz Antônio, o ala-pivô Edu (Bebedouro) e o ala mariliense Gustavo Menini, que veio do futsal italiano (Real Rogit). “A AABB é a favorita no confronto. É um time tradicional e que sempre monta elencos fortes para chegar entre os primeiros. Ano passado foram vice-campeões. Nossa missão é tentar surpreender e por isso que estamos trabalhando”, afirmou Milton Gomes. A formação inicial da AD Vaz terá: Thiago, Igor, Joãozinho, Dodô e Ítalo.