Colégio Criativo é primeiro no Enem

O Colégio Criativo é o primeiro classificado na região e figura entre as melhores escolas do Brasil considerando os estabelecimentos educacionais que participaram do Enem- 2018, na faixa destinada à escolas entre 61 e 90 alunos, de acordo com dados divulgados pelo jornal Folha de São Paulo em matéria publicada na última terça-feira. A Folha fez a tabulação a partir da base de dados disponibilizados pelo Inesp –Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - arquivo com mais de 8 milhões de linhas com os dados brutos dos participantes do Enem 2018.

Pelo oitavo ano desde a criação do ranking em 2005 o Colégio se classificou em primeiro lugar entre as escolas de Marília com destacada pontuação média de 633,61 (provas objetivas), e 827, 59 em Redação. A pontuação obtida pelo Criativo, levou em consideração o desempenho de seus alunos da 3ª série do Ensino Médio no exame de 2018, quando foram avaliadas as seguintes áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas e Redação.
Consequência direta do trabalho pedagógico que o Criativo desenvolve em todos os níveis de ensino, desde a Educação Infantil até o Cursinho, a conquista foi recebida com entusiasmo pela equipe do colégio e confirmou o bom desempenho do estabelecimento.  Para a diretora pedagógica Terezinha Colombo, isso indica que “os resultados decorrem da dedicação dos alunos e do corpo docente da escola, que se empenham na preparação através de apoio pedagógico em plantões de dúvidas, aulas especiais de geopolítica, simulados, feiras e painéis de profissões, contribuindo para aprovações em exames externos como vestibulares e Enem”.

Para a edição de 2019 as provas serão realizadas nos dias três e dez de novembro, as expectativas são as melhores possíveis, já que os alunos têm apresentado excelente evolução no desempenho escolar, com bons resultados nos vestibulares de inverno. Segundo a mantenedora Ana Maria Crepaldi  Lopes  o Colégio Criativo mantém a mesma filosofia que adota nos 50 anos de existência, “alicerçada na concepção de que a formação integral do ser humano é meta central no projeto pedagógico privilegiando-se tanto o desenvolvimento acadêmico quanto suas competências e habilidades, preparando o aluno para a vida”.