Presidente recebe Sergio Moro após vazamento de mensagens

Trechos de mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato e a Sérgio Moro foram divulgados pelo site The Intercept.

O presidente Jair Messias Bolsonaro  se reuniu com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, nesta terça-feira (11).

 

O encontro acontece em meio ao turbilhão de mensagens divulgadas e atribuídas a Moro e procuradores da Lava Jato, pelo site Intercept.

 

As mensagens teriam sido trocadas no aplicativo Telegram e indicam que o então juiz Sérgio Moro teria "orientado" procuradores sobre ações e sobre o andamento de processos da operação.

A reunião desta manhã, foi para tratar, exatamente, deste assunto.

 

Na segunda-feira(11) Moro negou ter orientado ações e disse não haver nas conversas qualquer indício de irregularidade.

 

"Na verdade, já me manifestei ontem, não vi nada de mais ali nas mensagens. O que há ali é uma invasão criminosa de celulares de procuradores, não é? Pra mim, isso é um fato bastante grave  (ter havido essa invasão e divulgação). E, quanto ao conteúdo, no que diz respeito à minha pessoa, não vi nada de mais", disse o ministro.

 

Também na segunda, o secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, disse que conversou com o presidente Bolsonaro sobre o vazamento no domingo (9) e voltou a conversar sobre o caso na segunda.

 

O presidente teria dito, nas duas oportunidades "Nós confiamos irrestritamente no ministro Moro".