JOGOS DA JUVENTUDE: Marília está a 11 dias de receber evento

Jogos de damas serão uma das 15 modalidades disputadas de 13 a 22 de junho

 

Faltam 11 dias para o início da fase final (estadual) dos Jogos Abertos da Juventude (Sub-18) em Marília, que acontece de 13 a 22 deste mês e reunirá quase cinco mil pessoas, entre atletas, técnicos e equipes de apoio. No começo do ano a cidade recebeu o convite da Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo para a realização do evento, que terá a disputa de 15 modalidades.

“Pelo fato de termos realizados os Jogos do Idoso (Jori) em 2017 e os Jogos Regionais em 2018, o Estado viu nossa estrutura esportiva e nos fez convite, que foi prontamente aceito por nós. No ano passado, Franca recebeu os Jogos da Juventude e foram aproximadamente 4 mil pessoas. Nós estamos esperando um pouco mais”, afirmou o secretário municipal de esportes, Eduardo Nascimento.

O evento na cidade irá ser uma espécie de preparação para os Jogos Abertos do Interior (principal competição do Estado), que serão realizados em Marília de 11 a 23 de novembro. “Em 2019 receberemos os dois principais eventos esportivos do Estado. Claro que os Jogos da Juventude não têm a mesma proporção dos Abertos, mas também é uma competição que terá os melhores atletas do Estado na categoria até 18 anos”, explicou Nascimento.

Como sede do evento, Marília irá participar das 15 modalidades. “Diferente de Jogos Regionais e Abertos adultos, os Jogos da Juventude não possuem classificação geral por cidades e nem premiação nesse sentido, pois se trata de um evento que envolve as Diretorias de Ensino de cada região. Obviamente que há premiação com medalhas e troféus para cada modalidade”, citou o secretário municipal de esportes.

Custos do evento

Eduardo Nascimento afirmou que 95% dos custos dos Jogos Abertos da Juventude serão custeados pelo Estado. “Para nós foi repassado R$ 600 mil, que serão investidos em material esportivos para as modalidades, logística e alimentação. Contudo a secretaria estadual deve gastar mais de R$ 1 milhão com o evento, pois eles irão arcar com as arbitragens e funcionários. Nossa contrapartida são as praças esportivas, que já estão todas prontas, pois nos dois últimos anos realizamos os Jogos do Idoso e os Jogos Regionais. A única reforma que fizemos foi na pista de atletismo do poliesportivo Pedro Sola, com nova terraplanagem, compactação da pista e brita nova”, destacou.

O secretário municipal de esportes disse que a realização dos Jogos da Juventude se dará em parceria com a iniciativa privada: Yara Clube, Sesi, Country Club, Unimar, Faip, entre outras. “Teremos cerca de 5 mil pessoas a mais na cidade nesses dez dias de evento, que vão consumir, movimentar a economia e divulgar Marília para todo o Estado de São Paulo”. As delegações ficarão alojadas nas escolas estaduais. “Queríamos agradecer a Diretoria de Ensino de Marília, que mais uma vez nos ajudou com os alojamentos, além do apoio das secretarias municipais da Educação, de Obras, de Limpeza Pública e da Emdurb”, concluiu.

15 modalidades

As 15 modalidades disputadas dos Jogos da Juventude em Marília são: atletismo, basquete, damas, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez. O Congresso Técnico do evento será realizado no dia 12 (quarta-feira), no Alves Hotel e a abertura oficial acontece no ginásio do Clube dos Bancários.