Jucesp faz encontro regional em Marília

Marília foi sede de um encontro regional sobre o Via Rápida Empresa, módulo estadual online que simplifica os processos para os empresários, desde a abertura de empresas até a emissão de licenças e registros. A cidade já é adepta do sistema, mas serviu à Jucesp ontem para uma sensibilização de municípios da região, ainda não inscritos. “As cidades que implantaram o sistema tiveram aumento de arre

Marília foi sede de um encontro regional sobre o Via Rápida Empresa, módulo estadual online que simplifica os processos para os empresários, desde a abertura de empresas até a emissão de licenças e registros. A cidade já é adepta do sistema, mas serviu à Jucesp ontem para uma sensibilização de municípios da região, ainda não inscritos.
“As cidades que implantaram o sistema tiveram aumento de arrecadação. E se o Via Rápida melhora o gerenciamento municipal sobre as empresas, também desburocratiza os empreendimentos, fomentando o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico”, mencionou o presidente da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), Walter Ihoshi.
O encontro de ontem, realizado no prédio da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília), foi uma sensibilização, sendo levado ainda a outras regiões do estado. As próximas cidades sede serão Araçatuba e Presidente Prudente.
O objetivo da Jucesp é implantar a Via Rápida nos pouco mais de 250 municípios do estado que ainda não estão contemplados, entre as 645 cidades paulistas. Na região, de mais de 60 cidades, 22 ainda estão fora do sistema.
Quando foi lançado, em 2012, a abertura de empresas ainda era feita por documentos em papel. A segunda geração avançou para a abertura online e agora a Jucesp divulga a terceira geração, que integra também a Receita Federal.
“Queremos contribuir para que a classe produtiva paulista não perca tempo. Vamos otimizar todo este tempo para que São Paulo continue a crescer”, concluiu Walter Ihoshi. A partir dessa sensibilização regional, as Prefeituras que aderirem ao Via Rápida receberão treinamento de pessoal, feito pela Jucesp, que implanta o sistema em parceria com os Municípios.
Embora todos os Estados brasileiros possuam Juntas Comerciais, a de São Paulo desponta em números e atividades: é a que responde por 40% das aberturas de empresas de todo o Brasil. “Todo este volume de trabalho comprova a responsabilidade e o papel essencial que a Jucesp cumpre no desempenho econômico do Estado de São Paulo”, contextualizou Ihoshi.