Murilo Benício e Débora Falabella chefiam família poderosa em Se Eu Fechar Os Olhos Agora

Nas peles do prefeito e da primeira-dama da cidade, os dois escondem segredos obscuros que serão revelados na minissérie que estreia na próxima segunda-feira, dia 15

Em Se Eu Fechar Os Olhos Agora, Murilo Benício, Débora Falabella, Marcela Fetter e Júlia Svacinna são parte da perfeita e bem-estruturada Família Marques Torres. Mas, na cidade de São Miguel, nem tudo é o que parece. Por trás do poderoso clã, mistérios se escondem e segredos sobre o passado da cidade são trancados a sete chaves. “A família Marques Torres toma conta de toda aquela cidade. Ele (Adriano) é um cara que nasceu dentro do poder”, explica Murilo.

Se existe uma palavra que Adriano (Murilo Benício) conhece bem é poder. Descendente de uma família de políticos, aprendeu desde cedo a mandar e a ser obedecido. Suas vontades são cumpridas não só na prefeitura, mas também dentro de casa. Esposa ideal, a primeira-dama Isabel (Débora Falabella) e suas filhas Cecília (Marcella Fetter) e Vera Lúcia (Júlia Svascinna) fazem um esforço constante para respeitarem a autoridade máxima da família.

“É uma mulher que foi criada para ser a esposa perfeita, a mãe perfeita e ela cumpre esse papel. Eles parecem ser um casal realmente muito perfeito. Mas a minissérie vai mostrando para a gente que as pessoas não são realmente quem elas aparentam ser”, explica Débora.

De fato, ninguém desconfia que cada membro da família esconde seus próprios segredos. A história de Se Eu Fechar Os Olhos Agora começa com o assassinato de Anita (Thainá Duarte), e desde o início percebe-se que Adriano esteve, de alguma forma, envolvido com o crime. Já Isabel,apesar de cumprir bem o seu papel de esposa, mãe e dona de casa, é completamente infeliz em seu casamento e sente falta de uma liberdade que nunca teve. “Eu acho que a Isabel é uma mulher que tem a ânsia de ser feliz e de furar com aquela bolha em que ela vive”, diz a atriz.

Uma jovem sonhadora, sempre um passo à frente de todos daquela época, que sonha com um futuro diferente da mãe, Cecília, a filha mais velha, ficou noiva de Edson (Gabriel Falcão) por pressão das famílias, mas seu verdadeiro amor é Renato (Enzo Romani). Jogador do time de futebol de São Miguel, o rapaz é negro e pobre, e nunca seria aceito por sua família. Cecília sabe disso, e por isso esconde o romance de seus pais e do namorado.

Até mesmo Vera Lúcia, a filha mais nova, entende que, naquela casa, é melhor que nem tudo seja dito. Por que será que Adriano tem interesse em encerrar as investigações sobre a morte de Anita? Teria Isabel coragem de arriscar a estabilidade da família para reconquistar sua liberdade?

Esses e outros mistérios serão respondidos em Se Eu Fechar Os Olhos Agora, que estreia na próxima segunda-feira, dia 15, na TV Globo e já está disponível no Globoplay.

Se Eu Fechar Os Olhos Agora é uma minissérie escrita por Ricardo Linhares com direção artística de Carlos Manga Jr., inspirada no livro de Edney Silvestre. No elenco estão nomes como Antonio Fagundes, Mariana Ximenes, Gabriel Braga Nunes, Jonas Bloch, Betty Faria, Antônio Grassi, Enzo Romani, Lidi Lisboa, Vitor Thiré, entre outros.

Antonio Fagundes

elogia atores mirins

Mistério é o que não vai faltar em Se Eu Fechar os Olhos Agora. Antonio Fagundes, que vive Ubiratan, um homem com um passado trágico que vai fazer de tudo para ajudar Paulo (João Gabriel D'Aleluia) e Eduardo (Xande Valois), é só elogios aos atores mirins.

"O Ubiratan tem um passado trágico, ele já é um homem cansado (...) e encontra com essas duas crianças curiosas, cheias de vida. O Ubiratan dá uma certa maturidade para aqueles dois, (...) e as crianças dão um certo vigor para ele, fazem ele fazer coisas que ele não faria", disse.

Na série, o personagem de Fagundes se une à Paulo e Eduardo para investigar o assassinato de Anita (Thainá Duarte). O ator revelou que se já considerava a história interessante, vivê-la e poder contracenar com atores tão jovens e promissores não tem preço.

"Foi gostoso para mim também, depois de tantos anos de carreira, ver alguém começando é uma coisa bonita de se ver, o olhinho brilhando, eles são profissionais, (...) são promissores, acho que vão dar trabalho aí para frente", afirmou o ator.