15 homens e um Conselho! Integrantes do Marília são definidos

Crisão frisou que não haverá reposição de conselheiros antes da aprovação do novo estatuto

 

Depois de muitas indefinições sobre quem e quantos são os membros do Conselho Deliberativo do Marília Atlético Clube (MAC), ontem à tarde, enfim, foi divulgado pelo presidente, o advogado Cristiano Gonçalves, o “Crisão”, que a entidade terá 15 integrantes até o final do mandato, que se encerra em dezembro de 2020. Todos os nomes estão no quadro abaixo.

Após a última reunião do Conselho Deliberativo, no dia 2 deste mês, foi dado um prazo de cinco dias para que todos os conselheiros regularizassem sua situação: faltas consecutivas em assembleias e o não pagamento da taxa de anuidade como ‘sócio contribuinte’ de 2018 (valor de R$ 600,00).

“Esse foi o primeiro passo da reestruturação do Conselho. Precisávamos organizar esse quadro para dar andamento em outros assuntos importantes referentes à instituição Marília Atlético Clube. Com essa questão dos membros definida, nossa prioridade é a reformulação do estatuto e a abertura para a população ingressar no quadro associativo do clube”, destacou Crisão.

O presidente do Conselho destacou que dos 15 conselheiros, quatro não possuem poder de voto, caso haja votação para um investidor ou empresa realizar uma co-gestão no clube ou para aprovação de contas. São eles: Antônio Carlos Sojinha (presidente do clube), Antônio Abdala, o “Ica” (vice-presidente do clube), José Luís Todeschini (supervisor do clube) e Paulo Roberto Amado (presidente do Conselho Fiscal).

“Claro que eles poderão participar das reuniões e as sugestões deles nunca serão desprezadas, mas não podem participar de votações referentes a parcerias ou aprovação de contas. Isso geraria conflito de interesses. Por exemplo, o Sojinha aprova suas próprias contas”, comentou Crisão.

Reposição no Conselho

O presidente do Conselho voltou a dizer que no momento não será realizada a reposição de conselheiros. O atual estatuto permite que haja até 31 titulares e dez suplentes. “Com essa reformulação que fizemos, nesse mandato não haverá suplentes, somente titulares. Sobre novos membros, até votarmos sobre as mudanças do novo estatuto, permaneceremos com 15. Depois que esse assunto for resolvido e eu espero que o novo estatuto entre em vigor ainda esse ano, poderemos pensar em uma reposição”, frisou.

Na reunião do começo deste mês, foi apresentada uma das três partes de reformulação do estatuto e todos os conselheiros receberam uma cópia das propostas de alteração. A aprovação ou não dessa primeira parte vai acontecer em março. “Ainda não temos a data definida, mas provavelmente ocorrerá no dia 23 (sábado)”, apontou Crisão.

Abertura para sócios

Cristiano Gonçalves revelou que os interessados em se tornar ‘sócio contribuinte’ do MAC podem ir à secretaria do clube, no estádio Bento de Abreu e preencher um formulário. As vagas são ilimitadas. “Esses nomes com intenção de se associar serão apresentados na próxima reunião do Conselho e tendo a aprovação de pelo menos dois conselheiros, que também no caso são sócios, já ingressam no quadro associativo do clube e começam a pagar a taxa de anuidade (pode ser dividida em 12 meses)”, declarou.

As pessoas que se tornarem ‘sócias contribuintes’ poderão participar de votação ou até se candidatarem ao cargo de conselheiro, na próxima eleição que irá acontecer em outubro de 2020. Um associado pode também futuramente até se candidatar à presidência do Marília. Na última reunião do Conselho Deliberativo, no começo do mês, o nome de 15 pessoas foi aprovado como sócio.

 

Os 15 conselheiros do MAC até 2020:

 

Antônio Carlos Sojinha (presidente do clube)

Antônio Abdala, o “Ica” (vice-presidente do clube)

Archibaldo Eustáquio, o “Bado” (vice-presidente do Conselho)

Cláudio Pinha Goes (delegado)

Cristiano Gonçalves, o “Crisão” (presidente do Conselho)

Edson Rodrigues (anestesista)

Eduardo Pereira Tassinari (empresário)

Gervásio Ferreira de Melo (comerciante)

Jair Cândido da Silva (bancário aposentado)

José Luís Todeschini (supervisor do clube)

Paulo Roberto Amado (engenheiro civil)

Roberto Acácio de Oliveiros (empresário)

Valter Cavina (empresário)

Vinícius Rezende (advogado)

Wilson Jinno (dentista)