MAC faz primeiros ‘cortes’ de atletas, mas mantém observação

Dos pouco mais de 40 nomes, 26 seguirão em avaliação pelo técnico Ricardo Costa, para a disputa da Bezinha

O Marília Atlético Clube (MAC) fez ontem, depois de cinco dias de trabalho, os primeiros ‘cortes’ no elenco que está em processo da avaliação pelo técnico Ricardo Costa, para a disputa do Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23). Não foi divulgado quantos jogadores deixaram o alojamento, mas dos cerca de 40 atletas, 26 irão permanecer para pelo menos mais uma semana de observação.

O treinador maqueano afirmou que 12 jogadores que disputaram a Copa São Paulo Junior pelo Maquinho irão permanecer, já que não irão ocupar vagas na lista de 26 nomes permitidos. O regulamento diz que atletas nascidos a partir de 1998 (21 anos), que tenham contrato amador com o clube por pelo menos seis meses e tenham disputado uma competição de base da Federação Paulista de Futebol (FPF), podem ser inscritos de forma ilimitada. Contudo, em cada partida apenas cinco podem ser relacionados.

Os 12 jogadores da Copinha que estão treinando são: goleiros André e Braga; zagueiros Gustavo e Gidelson; laterais Maurício, Mauro Silva e Luiz Felipe; volantes Danilo e Vinícius, meia Eduardo e atacantes Lucão e Luan. Dos outros 14 jogadores que seguem em avaliação no Marília, oito jogaram o Paulista Sub-20 de 2018, mas se forem efetivados irão ser inscritos nas 26 vagas.

São os casos de: Ian (goleiro), Caio Peres (lateral-direito), Marcão (volante), Rafael Garutti (zagueiro), Zé Roberto (zagueiro), Vitinho (meia), Igor (atacante) e Dener (atacante). Os outros seis jogadores que seguem para mais uma semana de observação não tiveram seus nomes revelados, mas são atletas indicados por empresários. O MAC tem apenas três reforços que assinaram pré-contrato para a “Bezinha” (apelido da última divisão): o zagueiro Citta Junior (Taquaritinga), o meia Welder (Taquaritinga) e o atacante Lucas Souza (Inter de Bebedouro).

Semana que vem

O técnico Ricardo Costa disse que mais atletas podem chegar na próxima semana para serem observados. “Se vierem serão poucos, porque alguns veem de muito longe e não conseguiram chegar a tempo para que eu possa vê-los”, explicou. O comandante falou também que podem chegar mais jogadores para assinar pré-contrato. “Estamos em negociação. Há alguns que estão em atividade por outro clube, que estão insatisfeitos e podem sair. Outros que estão parados, mas que ainda não conseguimos contato, para saber se já estão empregados”, comentou.

O treinador não mencionou números, mas quer trazer boa parte dos reforços que estavam em atividade por outros clubes. No futebol paulista, as séries A-2 e A-3 encerram sua 1ª fase no dia 31 de março e metade das agremiações de cada série já encerraram sua participação. A estreia do MAC na 4ª Divisão acontece somente no dia 14 de abril, diante do Vocem, em Assis.

O MAC está no ‘Grupo 4’ da Bezinha com cinco adversários: Assisense, Vocem, Santacruzense, Itararé e Elosport/Capão Bonito. Todos vão jogar entre si em dois turnos e os quatro primeiros colocados avançam. A competição tem a participação de 41 agremiações e o início acontece no dia 6 de abril.