Viracopos é eleito por passageiros melhor aeroporto do Brasil; Florianópolis, o pior

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) do Ministério da Infraestrutura premiou, na última quarta-feira (13), os três aeroportos mais bem avaliados do Brasil, por categoria de movimentação de passageiros

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) do Ministério da Infraestrutura premiou, na última quarta-feira (13), os três aeroportos mais bem avaliados do Brasil, por categoria de movimentação de passageiros. Em uma escala de 1 a 5, o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), obteve a maior nota de satisfação geral (4,71) entre os terminais com capacidade para 5 a 15 milhões de pessoas ao ano. Um total de 20 aeroportos foram analisados por 81 mil viajantes em quatro pesquisas trimestrais ao longo de 2018.

Na categoria de terminais que recebem mais de 15 milhões de passageiros ao ano, Brasília (DF) obteve o melhor índice geral de satisfação (4,41). Já o Aeroporto Internacional de Manaus (AM), com pontuação 4,48, foi eleito pelos entrevistados o melhor entre os terminais que movimentam até 5 milhões de passageiros anualmente.

O aeroporto de Florianópolis aparece no lado oposto da tabela, no último lugar entre os 20 da pesquisa, em satisfação do passageiro. Com média anual de 3,76, fica logo atrás de Belém (4,04) e Fortaleza (4,19). Ele deve ser renovado e ampliado ainda neste ano, com investimento de R$ 550 milhões.

A Pesquisa de Satisfação do Passageiro 2018 também apontou a vencedora entre as empresas aéreas: a Azul Linhas Aéreas Brasileiras obteve a melhor avaliação dos viajantes e também levou os prêmios de Check-in + Eficiente e de Restituição de Bagagem + Eficiente.

O Prêmio Aeroportos + Brasil é resultado das quatro rodadas trimestrais de pesquisa realizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) ao longo do ano. O nível de confiança é de 95%, com margem de erro de 5%. A escolha dos vencedores foi apontada por passageiros de voos domésticos e internacionais, com base em mais de 81 mil entrevistas realizadas em 2018. As notas atribuídas às avaliações de serviços e infraestrutura aeroportuária vão de 1 (muito ruim) a 5 (muito bom).