Empresa é multada por descarte de madeiras em local irregular

Caso foi flagrado por fiscal do Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Garça em estrada vicinal no final do Jardim São Benedito O Departamento de Fiscalização de Posturas aplicou uma autuação na tarde desta terça-feira, dia 5, contra uma empresa que despejou materiais inservíveis em uma estrada vicinal no final do Jardim São Benedito, em Garça. O motorista do caminhão, ao perce

Caso foi flagrado por fiscal do Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Garça em estrada vicinal no final do Jardim São Benedito

O Departamento de Fiscalização de Posturas aplicou uma autuação na tarde desta terça-feira, dia 5, contra uma empresa que despejou materiais inservíveis em uma estrada vicinal no final do Jardim São Benedito, em Garça. O motorista do caminhão, ao perceber a aproximação do fiscal, deixou o local rapidamente, mas o emplacamento foi anotado, possibilitando sua identificação.
O fiscal fazia a verificação de rotina pela área, após denúncias que o local estava sendo irregularmente utilizado para o descarte de entulhos e outros materiais. Ele flagrou o exato momento em que um caminhão terminava de descartar madeiras e outros objetos na beira da estrada. O servidor municipal ainda tentou conversar com o homem, mas ele entrou rapidamente no caminhão e deixou o local.
De acordo com o diretor do Departamento de Fiscalização de Posturas, Marcos Roberto Pellate, o emplacamento foi anotado e possibilitou a identificação da empresa proprietária do veículo. Caso não tivesse fugido, seria orientado a proceder a limpeza do local no prazo de 24 horas, para evitar a autuação. Como decidiu abandonar o local, a empresa foi multada em R$ 1.750,00.  “Temos que pedir à população, mais uma vez, respeite o local de descarte autorizado. Existe em Garça o aterro de inertes, próximo à usina de reciclagem, que é o local correto para o descarte de entulhos de construção, podas de árvores, entre outros. Se um munícipe for flagrado descartando lixo ou entulhos em locais não autorizados ele pode ser multado, sendo que o valor da autuação é considerável”, explicou o diretor.
A Secretaria Municipal de Administração dos Serviços Públicos já efetuou a limpeza da área e instalou uma nova placa, indicando a proibição de descarte no local. A Prefeitura de Garça dispõe de local próprio para a destinação desses materiais, sendo que não existe nenhum custo para isso.
O aterro de inertes, próximo à usina de reciclagem, é a área correta para o descarte de entulhos de construção, podas de árvores e outros materiais.
O que mais preocupa a Administração Municipal é a possível consequência que pode acontecer, desde a contaminação do lençol freático, que é a base de captação de água para abastecer toda a cidade, como também a procriação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue.