Academia confirma que cerimônia do Oscar 2019 não terá apresentador

Decisão foi tomada após desistência de Kevin Hart depois de polêmica em rede social

A próxima cerimônia da Academia de Artes e Ciências, a noite mais aguardada da temporada de prêmios em Hollywood, será realizada este ano sem um apresentador pela primeira vez em três décadas, informaram os organizadores do evento.

"Podemos confirmar que não haverá apresentador", disse um porta-voz da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, sem dar maiores detalhes.

A Academia ficou sem um mestre de cerimônias depois que o comediante Kevin Hart desistiu do show em dezembro, devido a uma onda de críticas nas mídias sociais gerada pela divulgação de uma série de tuítes homofóbicos que ele publicou anos atrás.

Os organizadores da cerimônia tentaram encontrar um substituto, mas acabaram decidiram realizá-la sem apresentador.

Especialistas na indústria disseram que os produtores da 91ª Cerimônia de Entrega dos Prêmios da Academia, em 24 de fevereiro, planejam experimentar um novo formato, com uma seleção de celebridades de apresentando vários segmentos do show.

A última vez em que o Oscar transcorreu sem apresentador remonta a 1989, quando o ator Rob Lowe virou alvo de duras críticas pelo dueto musical que fez com a Branca de Neve.

Nos últimos anos, vários outros apresentadores foram alvo de críticas. O ator Neil Patrick Harris foi criticado por sua performance em 2015 e disse que nunca mais a repetiria. James Franco em Anne Hathaway foram um fiasco em 2011.

As duas cerimônias anteriores do Oscar foram apresentadas pelo entrevistador Jimmy Kimmel. O comediante Chris Rock foi o MC em 2005 e 2016, e a apresentadora de 'talk show' Ellen DeGeneres conduziu a gala em 2007 e 2014.