MAC contrata técnico com 2 acessos nos últimos três anos na 4ª Divisão

Ricardo Costa, de 37 anos, foi demitido há alguns dias do Comercial na Série A-3

O Marília Atlético Clube (MAC) já tem seu novo o técnico para o Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23). A informação foi divulgada ontem no programa “Com a Bola Toda” (TV Canal 4). Trata-se de Ricardo Costa, de 37 anos, que foi demitido do Comercial no último dia 21, após derrota na estreia da Série A-3 para o Noroeste (1 a 0), em Ribeirão Preto.

O novo treinador maqueano tem um currículo que impressiona na “Bezinha” (apelido da 4ª Divisão). Nas últimas três edições da competição, conquistou dois acessos, sendo campeão com a Portuguesa Santista (2016) e vice com o EC São Bernardo (2017). No ano passado, ficou perto de conseguir a ascensão com o São José EC, levando o clube até a semifinal.

Em contato por telefone com a reportagem JM, Ricardo Costa disse que o acerto com o MAC foi concretizado na última segunda-feira (dia 28), quando esteve em Marília. “O primeiro contato foi por telefone na quinta-feira passada (dia 24) e na sexta (dia 25) o Eduardo (Nascimento, diretor geral de futebol do clube) veio até Campinas para conversarmos. Na segunda estive em Marília, conheci a estrutura do estádio Bento de Abreu e fechamos o acordo”, explicou.

O treinador frisou que só aceitou o convite do MAC, por conta do planejamento apresentado por Eduardo Nascimento. “Primeiro eu posso dizer que estou muito feliz por ter sido escolhido, porque o Marília é um clube de muita tradição e torcida, e não pode ficar na 4ª Divisão. O MAC será um clube grande na Bezinha, talvez o maior deles desta edição. Estou muito empolgado para começar a trabalhar. Só aceitei a proposta, porque o planejamento é voltado para o acesso. Se não fosse assim, eu não aceitaria”, destacou.

Ricardo Costa trará toda sua comissão técnica para o Alviceleste: Edmar Costa (auxiliar) e Wagner Muller (preparador de goleiros). “Também vou indicar o preparador físico. Tenho o nome, mas ainda não vou revela-lo, porque ele está com problemas particulares e pode ser que eu não consiga traze-lo, mas quem eu trouxer terá o meu perfil de trabalho”, enfatizou.

Apresentação

A apresentação oficial de Ricardo Costa em Marília ainda não está definida, mas deverá acontecer na próxima segunda-feira (dia 4). “A pré-temporada deverá começar no dia 11 (segunda-feira). Vamos iniciar os trabalhos com 60% a 70% do elenco e as outras vagas serão preenchidas com atletas que estão atuando na Série A-3 e até mesmo em outros estaduais, como Minas Gerais por exemplo, que possui bons jogadores sub-23”, apontou.

Pelo regulamento definido na última terça-feira (dia 29), no Conselho Arbitral da Federação Paulista de Futebol (FPF), serão permitidas 26 inscrições e mais uma ‘lista B’ com número ilimitado de atletas, nascidos a partir de 1998, que tenham contrato com o clube nos últimos seis meses (de forma ininterrupta) e que tenha jogado pelo menos uma competição oficial de base. Neste caso, o MAC poderá usar todos os jogadores que disputaram a Copa São Paulo Junior, sem comprometer as 26 vagas da listagem principal. “Iremos observar esses atletas da Copinha e se estiverem enquadrados nesta lista B, vamos utilizar todos, porque são jogadores do clube”, mencionou o novo técnico.

Carreira

Ricardo Costa começou a carreira de técnico profissional no Velo Clube (Rio Claro), em 2009. De 2010 a 2012 foi auxiliar e treinador do sub-20 no Bangu-RJ e da Cabofriense-RJ. Em 2013 comandou seu primeiro clube na 4ª Divisão Paulista: o Radium/Mococa. Na temporada seguinte dirigiu os times sub-15 e 17 do Guarani e em 2015 voltou a trabalhar na Bezinha, como técnico do EC São Bernardo.

Em 2016 veio a consagração como campeão da 4ª Divisão com a Portuguesa Santista. Em 2017 chegou a comandar a Briosa na Série A-3, mas foi demitido nas primeiras rodadas. Na sequência acertou com o EC São Bernardo e foi vice-campeão da Bezinha.

No ano passado, continuou no clube do ABC na Série A-3 e ficou até a metade do estadual, mas acabou sendo desligado. Novamente na última divisão paulista, foi contratado pelo São José EC e levou o time até a semifinal. Em 2019 acertou com o Comercial, mas durou apenas a rodada de estreia.