MAC elimina o Vocem em Assis e volta ao Abreuzão para 3ª fase

Com classificação, Maquinho iguala sua 2ª melhor campanha na história da Copinha

Com a vitória de 3 a 2 sobre o Vocem, ontem à tarde, no estádio Tonicão, em Assis, o Marília Atlético Clube (MAC) avançou para a 3ª fase da Copa São Paulo Junior e igualou a temporada de 2016, com a segunda melhor campanha de sua história, em 20 participações (a melhor foi do título em 1979). O adversário será o mesmo que o eliminou há três anos: o Cruzeiro-MG, que passou pelo Sport-PE nas penalidades (5 a 3), no estádio Bento de Abreu.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda não divulgou o dia e o horário da partida, mas ela deverá acontecer amanhã (dia 3), com entrada gratuita. O comunicado oficial irá acontecer hoje pela manhã. Será o quinto confronto da história entre MAC x Cruzeiro. Os mineiros levam vantagem com duas vitórias, um empate e uma derrota.

A classificação maqueana ontem em Assis foi sofrida. Apesar do time ter ido para o intervalo vencendo por 2 a 0, no começo da etapa final o Vocem diminuiu de pênalti e teve por boa parte do segundo tempo um jogador a mais em campo, já que o volante maqueano Danilo foi expulso aos 24 minutos. O Maquinho só respirou aliviado aos 37, quando marcou o terceiro. O segundo do clube de Assis só aconteceu já nos acréscimos.

A notícia ruim para o torcedor de Marília é que para o jogo deste domingo, o artilheiro Lucas Santos (cinco gols em três jogos) está fora por ter recebido o segundo cartão amarelo (fica suspenso). O zagueiro Danilo também será desfalque pela expulsão em Assis.

O jogo

O jogo começou com as duas equipes se respeitando. A primeira boa chance só aconteceu aos 19 minutos e foi maqueana. Falta de longa distância, o meia Eduardo cruzou pelo alto na grande área, Lucas Santos escorou de cabeça para o zagueiro Pedro, livre, pegar de primeira e mandar a bola perto da trave esquerda. Aos 34, o Vocem respondeu e mandou a bola no travessão após cabeçada de Ronald.

Depois do susto o Maquinho abriu o marcador com o artilheiro Lucas Santos, aos 36 minutos. Do meio-campo, o meia Eduardo alçou a bola na área pelo alto, o centroavante maqueano se antecipou a marcação e cabeceou rasteiro, sem chances para o goleiro Pedro Henrique (1 a 0). Foi o quarto gol do camisa 19 do MAC.

Aos 41 minutos, o Alviceleste anotou o segundo gol. Em jogada pela direita, o meia Matheus Coruja tocou para Lucas Santos na entrada da área pela direita e mesmo sem ângulo bateu para o gol. O goleiro Pedro Henrique tentou ‘encaixar’ o chute e a bola passou entre as mãos e debaixo das pernas (2 a 0). Foi o 5º gol de Lukaku (apelido do artilheiro), que na comemoração recebeu cartão amarelo. O árbitro entendeu que o jogador provocou o torcedor adversário.

O clube de Assis começou o segundo tempo pressionando e conseguiu um pênalti aos 15 minutos, feito pelo zagueiro maqueano Danilo, que recebeu o cartão amarelo. O meia Guilherme foi para a batida e marcou seu terceiro gol na competição (2 a 1). O gol deixou o Maquinho desnorteado e aos 25 minutos Danilo recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Quando parecia que o empate do Vocem era questão de tempo, o MAC conseguiu fazer o terceiro. O atacante Wesley Costa cobrou falta, o goleiro deu rebote e o lateral Rodrigo aproveitou o rebote para marcar aos 37 minutos. O Vocem ainda conseguiu diminuir aos 49. O meia Guilherme cruzou falta rasteira na pequena área e o centroavante Carlos se antecipou para marcar de ‘letra’ (3 a 2).

 

Ficha Técnica:

 

Local: Estádio Antônio Viana da Silva, em Assis

Árbitro: Junior César Lossávaro

Cartões amarelos: Matheus Tchê Tchê, Danilo, Lucas Santos e Adriano (Marília)

Cartão vermelho: Danilo (Marília)

Gols: Guilherme “pen.” 14/2T e Carlos 49/2T (Vocem); Lucas Santos 36/1T e 41/1T, e Rodrigo 37/2T (Marília)

 

Vocem – Pedro Henrique; Léo, Felipe, Iuri (Márcio Braga) (Bruno) e Gelder (Juninho); Matheus, Robson (Mairiel) e Guilherme; Douglas, Ronald e Carlos. Técnico: Luciano Baiano.

 

Marília – André; Gustavo, Pedro e Danilo; Luiz Felipe, Matheus Tchê Tchê (Wesley), Eduardo (Wesley Costa), Matheus Coruja (Rodrigo) e Adriano; Lucão (Lukinha) e Lucas Santos (Oscar). Técnico: Daniel Sabino.