Erika Moura é musa da vinheta Globeleza pelo 5º ano seguido

A vinheta do Carnaval Globeleza 2019 é uma celebração aos vários ritmos do carnaval no país. Frevo, maracatu, carnaval de rua, marchinhas, afroxé, bumba meu boi e a festa tradicional de avenida estão representados no vídeo, que neste ano representa a coletividade.

A vinheta do Carnaval Globeleza 2019 é uma celebração aos vários ritmos do carnaval no país. Frevo, maracatu, carnaval de rua, marchinhas, afroxé, bumba meu boi e a festa tradicional de avenida estão representados no vídeo, que neste ano representa a coletividade.

Trinta bailarinos e instrumentistas representam a diversidade regional, as diferentes expressões culturais e acompanham a musa do Carnaval Globeleza, Erika Moura, que passeia pelos gêneros tradicionais de diferentes regiões do Brasil, com figurinos específicos para cada um deles.

"Esse ano a gente está trazendo ainda mais a diversidade da cultura brasileira, dos carnavais de cada estado. Outra novidade é que mostramos um pouco do processo de produção do Carnaval e de seus personagens, instrumentos, adereços e alegorias. É uma visão lúdica e fantástica de um Carnaval de verdade", conta Alexandre Romano, diretor de arte da Comunicação da Globo, responsável pela concepção do filme.

Erika Moura representa a musa do Carnaval Globeleza usando sete figurinos diferentes para revelar um pouco de cada cultura carnavalesca. "Está maravilhoso. Muito colorido e o tem o jeito diferente de cada região do país que curte carnaval. Fizemos essa mistura que mostra os outros ritmos que o Brasil têm", completa a dançarina, que é a anfitriã da festa pelo quinto ano consecutivo.

Os figurinos de passistas, baianas, Rei Momo, pernalta, bate-bola, bonecos de Olinda, caboclo e vaqueiro foram criados pela figurinista Rita Comparato, que conta: “Cada elemento ganhou mais corpo. No maracatu, por exemplo, trouxemos a Erika como rainha e, além dos fitilhos incluímos as contas do xequerê. O desafio é ter uma linguagem moderna, atual, não literal e com simplicidade.”