Maquinho e Cruzeiro fazem o ‘tira-teima’ hoje no Abreuzão pela Copinha

Em 2016, Cruzeiro eliminou o Marília nas penalidades máximas na 3ª fase

Pela quarta vez na história, Marília Atlético Clube (MAC) e Cruzeiro-MG vão se enfrentar por um jogo de Copa São Paulo Junior e pela terceira vez o duelo será realizado no estádio Bento de Abreu – hoje às 17h (transmissão ao vivo do Sportv). Em três partidas entre ambos há o equilíbrio: uma vitória para cada lado e um empate. A única fora de Marília aconteceu em 1979 (campanha do título), com vitória maqueana por 1 a 0 nas quartas de final, realizada no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano.

Os outros dois confrontos aconteceram em 2016. Na 1ª fase, o Cruzeiro ganhou por 2 a 1 e na 3ª fase ocorreu o empate de 2 a 2, com a vitória dos mineiros nas penalidades (4 a 1). Tigre e Raposa possuem um título cada da Copinha: 1979 e 2007, respectivamente. O Marília vai para o duelo desta terça-feira já classificado. A equipe ganhou as duas partidas contra: Linense e Babaçu-MA (ambos por 2 a 0), tem seis pontos e precisa somente do empate para avançar na liderança.

Já o Cruzeiro (4 pontos) venceu a estreia contra o Babaçu (3 a 0), tropeçou diante do Linense (1 a 1) e necessita de pelo menos um ponto para não correr o risco de ser eliminado. “Acho que fizemos duas boas partidas, mas infelizmente não aproveitamos as chances para marcar, principalmente na última rodada. Agora é ter tranquilidade, porque só dependemos de nós mesmos para avançar. Sabemos que não será fácil enfrentar o Marília e por isso vamos de força máxima”, explicou o técnico Ricardo Resende. A única mudança anunciada pelo time mineiro é a entrada do atacante Vinícius Popó, na vaga de Leonardo.

No Maquinho, Daniel Sabino espera a liberação de três jogadores pelo departamento médico. O volante Eduardo se recupera de dores no tornozelo, o volante Cristian está com as costas machucada e o zagueiro Gustavo tem um furúnculo no quadril. “Nenhum deles tem nada muito grave, mas podemos poupa-los caso haja o risco de agravar”, comentou o treinador.

Cinco atletas estão pendurados com um cartão amarelo (dois suspendem) e também podem ser preservados. São os casos de: Pedro (zagueiro), Cristian (volante), Eduardo (volante), Gidelson (zagueiro) e Lucas Santos (atacante). Este último é o artilheiro maqueano na competição, com três gols em dois jogos.

 

Marília – André; Luiz Felipe, Gustavo, Pedro (Gidelson) e Danilo; Cristian, Matheus Tchê Tchê e Matheus Coruja; Wesley Costa, Lukinha e Lucas Santos (Wesley). Técnico: Daniel Sabino.

 

Cruzeiro-MG – Jonathan Braz; Luiz Gustavo, Jonathan Monteiro, Edu e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo e Michel; Maurício, Caio e Vinícius Popó. Técnico: Ricardo Resende.