HOMICÍDIO

A Justiça de Marília agendou para o dia 14 de fevereiro de 2019, o julgamento do autônomo Antônio Marcos Ferreira Pires, o “Marquinhos”. Ele sentará no banco dos réus acusado do assassinato de Fernando da Silva, de 35 anos, também conhecido como “Ferpinha”, em crime ocorrido em setembro de 2016, no bairro Palmital, na zona Norte da cidade.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), o crime ocorreu na madrugada, por volta das 2 horas, do dia 26 de setembro de 2016, na rua Pascoal Rafael, no bairro Palmital, na zona Norte da cidade.

“Ferpinha” estava sentado em um bloco em frente a sua residência quando uma motocicleta com dois ocupantes se aproximou. O garupa desceu do veículo, chamou a vítima pelo nome e em seguida efetuou quatro disparos contra a vítima.

“Ferpinha” chegou a ser socorrido pela unidade de resgate do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o trajeto até o Hospital das Clínicas (HC).

“Marquinhos”, que está preso na penitenciária de Marília, foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado (recurso que dificultou a defesa da vítima). Se condenado, o autônomo pode pegar uma pena de até 30 anos de prisão em regime fechado.