MP investiga falta de transparência na aplicação de multas pela Emdurb

O MP (Ministério Público) abriu inquérito civil para apurar se a Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana) está agindo com falta de transparência ao não divulgar a relação de multas aplicadas no município através do Portal da Transparência. A denúncia foi apresentada ao MP pelo vereador Zé Luiz Queiroz (PSDB) por conta da Emdurb não estar cumprindo a legislação municipal vigente – o projeto

O MP (Ministério Público) abriu inquérito civil para apurar se a Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana) está agindo com falta de transparência ao não divulgar a relação de multas aplicadas no município através do Portal da Transparência.
A denúncia foi apresentada ao MP pelo vereador Zé Luiz Queiroz (PSDB) por conta da Emdurb não estar cumprindo a legislação municipal vigente – o projeto de lei aprovado pela Câmara e em vigor, é do atual presidente do Legislativo, Wilson Alves Damasceno (PSDB).
O inquérito civil público pode se transformar em ação, após avaliação do promotor de Justiça Oriel da Rocha Queiroz.
Com isso, o presidente da Emdurb Valdeci Fogaça de Oliveira poderá ser condenado por improbidade administrativa.
Vale lembrar que recentemente Valdeci fez uma representação ao PSDB denunciando o descumprimento das regras do partido por parte de Zé Luiz Queiroz.
Segundo a representação, Zé Luiz “tem adotado posturas contrárias ao interesse do partido, principalmente a forma em que trata o governo municipal do PSDB em Marília e seus gestores”.
O presidente da Emdurb ressalta ainda que “se o filiado não se encontra alinhado com a postura e modo de governo do PSDB de Marília, não lhe resta outra opção senão deixar a sigla partidária”.