Câmara de Marília garante recursos para saúde

O presidente da Câmara Municipal de Marília, Delegado Wilson Damasceno (PSDB) e os vereadores da atual Legislatura transferiram nesta terça-feira, dia 16 de outubro, R$ 3 milhões para os cofres municipais. O dinheiro proveniente do duodécimo do Poder Legislativo correspondente ao que foi economizado entre janeiro e outubro deste ano, após a gestão de Damasceno estabelecer critérios para redução de

O presidente da Câmara Municipal de Marília, Delegado Wilson Damasceno (PSDB) e os vereadores da atual Legislatura transferiram nesta terça-feira, dia 16 de outubro, R$ 3 milhões para os cofres municipais. O dinheiro proveniente do duodécimo do Poder Legislativo correspondente ao que foi economizado entre janeiro e outubro deste ano, após a gestão de Damasceno estabelecer critérios para redução de gastos, otimização de recursos públicos e austeridade na saúde financeira da Câmara Municipal. Conforme estabelecido com o prefeito de Marília, Daniel Alonso (PSDB), a transferência será destinada exclusivamente para arcar com salários dos trabalhadores da UPA (Unidade Pronto-Atendimento) da zona Norte, Pronto-Atendimento (PA) da zona Sul e estratégia Saúde da Família. A UPA e o PA são gerenciados pela Associação Hospital Beneficente Universitário, o Hospital da Unimar, e a estratégia Saúde da Família pela Maternidade Gota de Leite. A diretora do AHBU Hospital da Unimar, Márcia Mesquita Serva Reis participou da assinatura da transferência, realizada na tarde desta terça-feira, dia 16, na presidência da Câmara.
Também estiveram presentes os vereadores Luiz Eduardo Nardi (PR), João do Bar (PHS), Evandro Galete (Podemos), Professora Daniela (PR) e José Carlos Albuquerque (PRB). “Por economia, e participação de todos os vereadores, no ano passado conseguimos devolver para o Poder Executivo recursos suficientes para o assegurar o salário dos servidores aposentados, para garantir serviços em infraestrutura urbana e em projetos da cidade que receberam indicações dos vereadores. Agora, neste momento, a Prefeitura de Marília se apresenta com dificuldades para o pagamento na área de saúde e a Câmara Municipal, tendo este recurso disponível e sem despesas – aliás, não iremos inventar despesas – iremos contribuir com a administração municipal. Todos os vereadores estão de apoio com esta posição, principalmente porque a unidade de atendimento da zona Norte exerce um serviço de excelência em nossa cidade, com atendimento a toda comunidade marilienses não só para os moradores daquela região”, disse.
Serão devolvidos R$ 3 milhões que irão assegurar os salários dos funcionários da UPA zona Norte, PA zona Sul e contratados pela Gota de Leite que prestam serviços nas unidades de saúde do Município. “Estou extremamente aliviada. Realmente a Câmara assumiu um compromisso com os funcionários que fazem o atendimento público da saúde, como no nosso caso da unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da zona Norte”, observou a diretora do ABHU Hospital da Unimar. De acordo com Márcia Mesquita Serva Reis, desde agosto deste ano a Prefeitura de Marília não repassa os recursos vinculados para o pagamento do contrato. “Nós não temos dinheiro para pagar os salários de nossos funcionários em novembro. Por isso que disse que estou extremamente aliviada, pois com esta atitude do presidente Damasceno e todos os vereadores, os salários dos funcionários da UPA estão garantidos”, considerou a diretora do ABHU.
Ela observou que a dívida é maior, contudo contratos com fornecedores estão sendo renegociados e outras despesas também. “A nossa prioridade agora é com os salários de nossos funcionários e isso está garantido. O que a Câmara de Marília acabou de fazer foi garantir a saúde pública de Marília até o final deste ano”, concluiu a diretora Márcia Mesquita Serva Reis.