Cemitério da Saudade deve receber visita de 30 mil pessoas

Local possui sistema informatizado de localização dos sepultados O Cemitério da Saudade, localizado na avenida da Saudade, deve receber a visita de aproximadamente 30 mil pessoas no Dia de Finados – 2 de novembro. A informação é da Chefe do Cemitério, Maria José Corredato da Silva. “Em todos os anos nesta data a visitação é de cerca de 30 mil pessoas. O cemitério possui em torno de 23 mil túmulo

Local possui sistema informatizado de localização dos sepultados
 
O Cemitério da Saudade, localizado na avenida da Saudade, deve receber a visita de aproximadamente 30 mil pessoas no Dia de Finados – 2 de novembro. A informação é da Chefe do Cemitério, Maria José Corredato da Silva. “Em todos os anos nesta data a visitação é de cerca de 30 mil pessoas. O cemitério possui em torno de 23 mil túmulos e estão sepultadas cerca de 100 mil pessoas. Já estamos tomando todas as providências necessárias para recebermos os visitantes da melhor forma possível”, disse Maria José.
O cemitério está na avenida Saudade desde 1929 e recebe em média três sepultamentos diários. Possui sistema informatizado de localização dos sepultados, sendo que as buscas são realizadas pelo nome do falecido, pela data de falecimento, pelo nome do pai ou da mãe e ainda por sobrenome. O horário de atendimento da administração do local é das 7h às 18h.
Para o Dia de Finados, além da limpeza realizada diariamente, a Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, estará realizando o mutirão de limpeza e pintura das guias, entre outras melhorias.
“Estaremos emitindo nota fiscal de prestação de serviços para melhorias em túmulos até o próximo dia 15 de outubro e será permitido trabalhar nos mesmos até o dia 24 para construção de carneira e revestimentos. Já a limpeza dos jazigos, pintura e colocação de placas de identificação, bem como pequenos reparos, estão liberados”, afirmou a Chefe do Cemitério.
Para o Dia de Finados, a orientação do trânsito será feita pela Polícia Militar e pelo Gaoc (Grupo de Apoio e Orientação à Cidadania), órgão ligado à Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana). Haverá ainda uma equipe de funcionários para orientar os visitantes na localização dos jazigos.