Lucão é o único remanescente do MAC para a Copinha 2019

Em 2014, atacante foi o artilheiro maqueano no vice- campeonato do Paulista Sub-13

O atacante Lucas Miguel Rosa, conhecido como “Lucão”, é o único jogador remanescente do elenco do Marília Atlético Clube (MAC), que disputou a Copa São Paulo Junior desta temporada, em que o time foi eliminado na 2ª fase pela Desportiva Paraense-PA. O atleta nem chegou a ser relacionado para esta última partida, no estádio Bento de Abreu, mas atuou em dois jogos ainda na 1ª fase, saindo do banco de reservas e com apenas 16 anos de idade.

Lucão entrou no segundo tempo (14 minutos) na vitória sobre o Tubarão-SC (4 a 3) na estreia e no placar de 2 a 0 sobre o Fluminense-RJ, pela última rodada da 1ª fase, sendo colocado aos 34. Contra o Mogi Mirim (0 a 0) não foi relacionado. “Essa experiência foi muito boa, porque pude sentir o clima de uma competição tão importante como é a Copinha e agora posso ajudar aqueles no elenco que vão disputa-la pela primeira vez”, comentou.

Mesmo com a experiência de já ter atuado na competição pelo Maquinho, Lucão sabe que terá que buscar seu espaço no time titular. “A concorrência será grande e assim como sempre fiz na minha carreira, vou brigar por espaço, claro, sempre respeitando meus companheiros e a decisão do treinador”, explicou. O atacante fez parte do grupo maqueano no Paulista Sub-20 desta temporada e marcou quatro gols.

Em 2014, Lucão era o principal jogador do MAC no Campeonato Paulista Sub-13, em que o time terminou com o vice-campeonato, perdendo a final para o Santos. Na ocasião, ele anotou 15 gols e foi um dos principais artilheiros da competição, que teve como grande goleador o atacante Rodrygo (19), do Peixe, que hoje está no profissional.

Após o estadual sub-13, Lucão se transferiu para o Cruzeiro-MG, onde ficou até o começo de 2016 e desde então defende o Alviceleste. “Tive essa minha primeira experiência fora, foi muito bom, mas hoje tenho a cabeça mais tranquila sobre isso. Penso primeiro em ajudar o MAC na Copa São Paulo e se algo surgir conversaremos”, destacou.