Medicina Veterinária promove a saúde pública em parcerias com prefeituras

Cerca de 200 alunos e dez médicos veterinários residentes do curso de Medicina Veterinária da Unimar (Universidade de Marília) estão atuando em parcerias com prefeituras da região e de Marília, em ações de vacinação contra a raiva animal. As cidades de Ocauçu e Echaporã já contaram com a participação dos alunos, que auxiliaram na vacinação de cerca de dois mil cães e gatos. Para o coordenador do c

Cerca de 200 alunos e dez médicos veterinários residentes do curso de Medicina Veterinária da Unimar (Universidade de Marília) estão atuando em parcerias com prefeituras da região e de Marília, em ações de vacinação contra a raiva animal. As cidades de Ocauçu e Echaporã já contaram com a participação dos alunos, que auxiliaram na vacinação de cerca de dois mil cães e gatos. Para o coordenador do curso e conselheiro do CRMVSP (Conselho Regional de Medicinal Veterinária de São Paulo), Prof. Fábio Manhoso, a iniciativa tem o objetivo de promover a saúde pública por meio da imunização animal. “Não se trata apenas de fazer a vacinação dos cães e gatos. O objetivo é, por meio deste trabalho, garantir a saúde das pessoas, prevenindo que estas venham a se infectar com o vírus da raiva, que é extremamente grave à saúde humana, podendo até ser fatal”, explicou Manhoso.
O coordenador ressaltou ainda a importância de os acadêmicos da Unimar participarem destas atividades práticas, em contato direto com a população. “É extremamente relevante, uma vez que eles vivenciam a prática, o contato com os animais nas ações de imunização, percebendo o quanto isso é importante para a saúde pública”, ressaltou. Nas duas cidades onde já foram realizadas ações em parceria com os acadêmicos e médicos residentes da Unimar, Ocauçu e Echaporã, foram vacinados cerca de dois mil cães e gatos. A próxima etapa será no município de Arco-Íris, dias 14 e 15 próximos, e em Marília, onde ocorrerá a vacinação nos dias 15, 22 e 29 de setembro. “Em Marília o trabalho vai envolver todos os alunos e os médicos residentes, em ações que vão acontecer nas mais diferentes regiões da cidade”, finalizou.