MAC inscreve 65 atletas para a Copa São Paulo Jr.

Daniel Sabino disse que uma parte dos inscritos não foi avaliada e que isso ocorrerá a partir do dia 1º de outubro

 

Ontem, no último dia de inscrições para a Copa São Paulo Junior (acontece em janeiro), o Marília Atlético Clube (MAC) registrou 65 jogadores nascidos a partir de 1999. De acordo com o supervisor maqueano, José Luís Todeschini, os nomes precisam aparecer no Boletim Informativo Diário (BID) da Federação Paulista de Futebol (FPF) até o dia 19 (quarta-feira).

“A Federação dá essa prazo após a inscrição, para que se houver algum problema na documentação de um atleta, haja tempo para regulariza-lo. Por exemplo, o jogador veio de outro Estado e a Federação de onde estava ainda não enviou a documentação de transferência ou essa transferência não foi paga. Pode acontecer também em meio a tantos contratos, de um ou outro ter ido sem assinatura ou a foto. Fato é que até o dia 19 quem não aparecer no BID está fora da competição”, explicou Todeschini.

Apesar de ter realizado algumas avaliações nas últimas três semanas, o técnico Daniel Sabino admitiu que muitos dos inscritos não puderam ser observados e que isso irá acontecer, a partir do dia 1º de outubro, quando terá início a pré-temporada para a Copinha. “Uma boa parte a gente já avaliou e no mês que vem iremos fracionar esses 65 atletas em dois períodos para analisarmos melhor. Se não estou enganado temos até o dia 26 de novembro para enviar à Federação uma pré-lista com 30 nomes”, frisou.

O treinador citou que irá utilizar a disputa dos Jogos Abertos do Interior de São Carlos (em novembro) como observação e que também pedirá a marcação de amistosos. Sabino disse ter à disposição oito atletas do Paulista Sub-20 com idade para a Copinha: os goleiros André e Dida; o lateral-direito Dagoberto, o esquerdo Felipe Mello, o volante Tico e os atacantes Lucão, Matheus Ribeiro e Wesley.

Apesar de toda a preparação para a competição, o MAC corre o risco de não participar. Presença certa é se a cidade for sede, como aconteceu nas últimas três edições. Contudo, ninguém do clube garantiu até o momento essa situação e a FPF ainda não enviou o convite aos municípios. O Alviceleste também poderia disputar a Copinha como convidado em outra sede, no entanto, dependeria do convite da entidade.

Campeão em 1979, o Maquinho chegou até a 2ª fase, sendo eliminado pela Desportiva Paraense-PA nas penalidades máximas, depois do empate em 2 a 2 no tempo normal. Na 1ª fase, o time venceu o Tubarão-SC (4 a 3), empatou com o Mogi Mirim (0 a 0) e derrotou o Fluminense-RJ (2 a 0).