Juiz da Infância e Juventude visita Emei Meu Anjo

O Juiz da Vara da Infância e Juventude de Marília, José Roberto Nogueira Nascimento, visitou na manhã desta quarta-feira (5), a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Meu Anjo, que fica na rua Bartolomeu de Gusmão, 143, bairro São Miguel. A visita ocorreu depois da divulgação do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), onde a Rede Municipal de Ensino de Marília obteve a nota 7,2.

O Juiz da Vara da Infância e Juventude de Marília, José Roberto Nogueira Nascimento, visitou na manhã desta quarta-feira (5), a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Meu Anjo, que fica na rua Bartolomeu de Gusmão, 143, bairro São Miguel. A visita ocorreu depois da divulgação do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), onde a Rede Municipal de Ensino de Marília obteve a nota 7,2. Foi a maior nota desde que o índice foi criado em 2007, superando as médias do Estado de São Paulo (6,5) e do Brasil (5,5).
De acordo com o secretário municipal da Educação, professor Helter Bochi, a visita foi muito proveitosa. “O juiz pode conhecer de perto a nossa realidade. Ele ficou impressionado com a qualidade das nossas escolas e com o modelo de gestão que implantamos com o prefeito Daniel Alonso”, disse. O juiz, além de elogiar a nota recorde do Ideb obtida pela Rede Municipal de Ensino de Marília, falou também do atendimento dos alunos da faixa de 0 a 3 anos. “Sem dúvidas foi muito proveitosa esta visita. O juiz ficou muito feliz com o carinho que os nossos servidores atendem as crianças”, disse Helter.
A visita na escola também teve a participação do Procurador Geral do Município, Alysson Alex Souza e Silva; da diretora de Gestão Administrativa da Secretaria da Educação, Márcia Furlan; da diretora da Emei Meu Anjo, Sandra Letícia Pichler; e da vice-diretora da escola, Simone Aparecida Masson.
IDEB
A nota conquistada por Marília no Ideb (7,2), divulgada na semana passada, é a meta estabelecida pelo país para o ano de 2021, ou seja, com quatro anos de antecedência a rede municipal já conquistou este índice. Entre as cidades de 200 mil a 300 mil habitantes, Marília ficou em segundo lugar no Estado, atrás apenas de Indaiatuba (nota 7,4), e à frente de cidades do mesmo porte ou até maiores, como São José do Rio Preto (6,9); Americana (6,7); São Carlos (7,0); Bauru (6,1); Presidente Prudente (6,5); Araçatuba (5,2); e Araraquara (6,1).
Foram avaliados os alunos de 5º ano das 20 Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), sendo que a maior nota ficou com as escolas Edméa Sola e Reny Pereira Cordeiro, que obtiveram 7,9 – a Prof. Antônio Ribeiro ficou com a nota 7,7. Outros destaques do Ideb foram as escolas Governador Mário Covas e Geralda César Vilardi, que subiram 0,9 na média, ficando com as notas 7,6 e 7,5, respectivamente.
O prefeito Daniel Alonso destacou a nota 7,2 da educação municipal de Marília no Ideb. “Um dos grandes diferenciais da nossa gestão ter alcançado estes bons índices se deve à capacidade dos nossos servidores, à contratação de quase 600 novos profissionais e à evolução na merenda escolar, com um novo método de distribuição, a entrega ponto a ponto. Parabenizo toda a equipe da Secretaria Municipal da Educação pelo excelente resultado e a nossa administração continuará dando todo respaldo para que a nossa educação continue sendo referência em todo o país.”