Cultura tem inscrições abertas para oficina gratuita do Pontos MIS

A Secretaria da Cultura está com inscrições abertas para a oficina gratuita “Da ideia ao roteiro: aspectos elementares da criação” do programa Pontos MIS. A oficina será ministrada por Daniela Smith e acontece no próximo dia 13 (segunda-feira), na Biblioteca Municipal "João Mesquita Valença" (Rua São Luiz, 1295), das 18h30 às 22h30.

A Secretaria da Cultura está com inscrições abertas para a oficina gratuita “Da ideia ao roteiro: aspectos elementares da criação” do programa Pontos MIS. A oficina será ministrada por Daniela Smith e acontece no próximo dia 13 (segunda-feira), na Biblioteca Municipal "João Mesquita Valença" (Rua São Luiz, 1295), das 18h30 às 22h30.

As inscrições devem ser feitas na Secretaria da Cultura ou na Biblioteca Municipal pelos telefones 3402-6600 ou 3454-7434.  Serão disponibilizadas 20 vagas para pessoas acima de 14 anos.

A oficina irá oferecer ao participante  noções técnicas e conceituais sobre o processo de criação do roteiro cinematográfico, bem como o desenvolvimento e a transformação de uma situação dramática em cena, exercitando os elementos expostos teoricamente.

“Pontos MIS” é um programa de circulação e difusão audiovisual que visa promover a formação de público e a circulação de obras do cinema. Estabelecendo parcerias para criar pontos de difusão audiovisual espalhados pelo Estado. O programa é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som - MIS e as cidades do Estado.

A OFICINEIRA - Formada em Letras pela USP e mestranda em Comunicação e Semiótica pela PUC, Daniela Smith integrou por cinco anos o Círculo de Dramaturgia coordenado pelo diretor Antunes Filho. Já escreveu roteiros audiovisuais para filmes institucionais de grandes empresas e marcas, cinema, textos para eventos, convenções, sites, pesquisa de conteúdo. Foi ganhadora do prêmio Estimulo da Prefeitura de SP com o filme “Senhora Tentação”. Concebeu e dirigiu o documentário “A Margem do Rio”, que participou de diversas mostras no Brasil (premiado como melhor filme pelo júri popular no III Festival Guaçuano de Cinema). Realizou a pesquisa do roteiro do longa metragem “Chega de Saudade” dirigido por Laís Bodanzky e foi assistente da diretora durante as filmagens. Foi avaliadora de textos teatrais do Núcleo de Dramaturgia do Sesi, projeto conjunto com o British Council. No teatro, tem 3 encenados, dois deles na Espanha.