Cáritas Diocesana inicia Projeto Espaço Conviver

A Cáritas Diocesana de Marília iniciou na última quarta-feira (01) as atividades do Projeto Espaço Conviver, localizado na Rua José Bonifácio 731, sede da entidade. A Cáritas Diocesana é um organismo da Igreja Católica encarregado de acompanhar e desenvolver projetos sociais. Depois de duas décadas atendendo crianças e adolescentes, sob os cuidados dos religiosos Marianistas, a entidade, que pass

A Cáritas Diocesana de Marília iniciou na última quarta-feira (01) as atividades do Projeto Espaço Conviver, localizado  na Rua José Bonifácio 731, sede da entidade. A Cáritas Diocesana é um organismo da Igreja Católica encarregado de acompanhar e desenvolver projetos sociais.
Depois de duas décadas atendendo crianças e adolescentes, sob os cuidados dos religiosos Marianistas, a entidade, que passou por reformas e adequações custeadas pela Diocese de Marília, inicia um projeto voltado para a terceira idade.
Visando o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e desejando atuar na prevenção de melhor qualidade de vida para as pessoas idosas, a entidade abriu 50 vagas que foram totalmente preenchidas.
De segunda a sexta-feira das 13h às 16h, os participantes do projeto terão atividades físicas, pedagógicas e lúdicas, além de artesanato, informática, música etc. Até o final deste ano a programação será desenvolvida apenas no período vespertino. O desejo da entidade é atuar em período integral já no início do próximo ano.
O projeto tem a orientação da assistente social Suely Espadoto, de educador social e professor de educação física, além de parceria de oficineiras voluntárias que se prontificaram a colaborar nas atividades que visam o bem-estar dos idosos e idosas.
O Espaço Conviver tem a coordenação de seu presidente, Padre José Carlos Vicentin, e será oportunidade de desenvolvimento integral e alegria de viver para as pessoas idosas, considerando também que vários dos inscritos testemunharam que desejam mais que uma vida sedentária e solitária.
O projeto Espaço Conviver, esta sendo executado na base legal, dentro das normas técnicas conforme tipificação, como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) familiares e comunitários, no âmbito da Proteção Social Básica e conforme Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais.
O serviço da Proteção Social Básica, o SCFV para Pessoas Idosas, tem em suas atividades elementos que contribuem para um processo de envelhecimento saudável e autônomo, através de espaços de reflexão, que permitem aos idosos compartilhar suas experiências, desenvolver habilidades e capacidades, e principalmente para o protagonismo e a participação social das pessoas idosas nos espaços de controle social.