MAC recebe ofício e cidade não deve sediar Copinha em 2019

Nos últimos três anos como sede, Abreuzão teve aproximadamente 10 mil pessoas por rodada

 

Depois de três anos consecutivos como sede da Copa São Paulo Junior (principal competição de base do Brasil), Marília deverá ficar fora da edição de 2019. A Stadium BR (gestora da base maqueana) se manifestou ontem através do sócio-proprietário, Marco Aurélio Jorge e disse que no momento a realização do evento na cidade está descartada pela empresa. Na última terça-feira (dia 31), o presidente Antônio Carlos Sojinha recebeu o ofício da Federação Paulista de Futebol (FPF) sobre as diretrizes do torneio.

“Não tenho nenhum conhecimento sobre a montagem de uma equipe, pensando na Copa São Paulo. A maioria dos nossos atletas que estão no Paulista Sub-20 não tem mais idade para a competição. Posso garantir que no momento não existe nenhuma movimentação da Stadium para ajudar a bancar a sede. Porém, o futebol muda do dia para a noite e não posso afirmar ainda que estamos fora. Pode ser que ainda aconteça se o MAC quiser. De repente eles conseguem outra parceria e viabilizam a situação e digo com toda a certeza que nós não iríamos nos opor”, declarou Marco Aurélio Jorge.

O prazo para a inscrição de atletas para a Copinha se encerra no dia 12 de setembro. A competição vai acontecer de 2 a 25 de janeiro de 2019. Apenas jogadores nascidos entre 1999 e 2003 podem ser registrados. O presidente Sojinha disse que irá conversar com o Poder Público e com a Stadium BR para definir a situação de Marília ser sede novamente, pois o valor aproximado para a realização do evento na cidade é de R$ 100 mil.

No ofício enviado ao dirigente consta no item 13 quanto à participação na Taça SP: “A associação deverá estar filiada como clube profissional há mais de dois anos em sua Federação local e ser vinculado à CBF, exceto para os clubes sedes”. Mesmo campeão em 1979, o MAC não tem presença garantida se não for sede. O Alviceleste teria que ser convidado pela Federação. O documento abre possibilidade de participação para outro representante de Marília, o Talentos 10 Atlético Clube (TAC), que se filiou em janeiro deste ano e pode ficar com a vaga se bancar financeiramente a sede na cidade.

Copinha com casa cheia

A Copa São Paulo Junior virou tradição em Marília. Nas últimas três temporadas a cidade sediou o evento e em cada rodada levou mais de dez mil pessoas ao estádio Bento de Abreu, sendo que nas três oportunidades o Maquinho passou da 1ª fase. Em 2016 foi até a 3ª fase, realizando a segunda melhor campanha de sua história (só atrás do título de 1979), sendo eliminado nos pênaltis pelo Cruzeiro-MG. No ano passado fez a 1ª fase no Abreuzão, mas na 2ª precisou atuar em Penápolis e foi goleado pelo Paraná Clube (6 a 1). Nesta temporada, chegou a vencer o Fluminense-RJ, mas no primeiro mata-mata foi eliminado pela ‘desconhecida’ Desportiva-PA (nos pênaltis).