Mobilização contra Pólio e Sarampo começa no dia 4

Começa no próximo dia 4 de agosto, em todas as unidades de saúde de Marília, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio (Paralisia Infantil) e o Sarampo. Mobilização da Secretaria Municipal da Saúde visa ampliar a cobertura vacinal contra as duas doenças, além de atualizar as cadernetas de vacinação de todas as crianças do município. O público-alvo, explica a enfermeira Renata Rodrigues Pláci

Começa no próximo dia 4 de agosto, em todas as unidades de saúde de Marília, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio (Paralisia Infantil) e o Sarampo. Mobilização da Secretaria Municipal da Saúde visa ampliar a cobertura vacinal contra as duas doenças, além de atualizar as cadernetas de vacinação de todas as crianças do município. O público-alvo, explica a enfermeira Renata Rodrigues Plácido, responsável pelo Programa de Imunização local, são as crianças que já completaram um ano e têm menos de cinco anos. Importante levar caderneta e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).
“Independente se a criança já tomou as vacinas contra pólio ou sarampo, todas serão imunizadas. Infelizmente temos visto, no Brasil e no mundo, novos casos de doenças que já estavam praticamente erradicadas. Todos têm responsabilidade”, disse Renata. A campanha, para intensificação das vacinas contra Pólio e Sarampo, seguirá até o dia 31 de agosto. A Secretaria Municipal da Saúde alerta, porém, que os imunobiológicos estão disponíveis na rede de saúde o ano todo e fazem parte do calendário vacinal.
Toda criança que completa dois meses precisa tomar a primeira dose da vacina contra a Pólio. Aos 12 meses é necessária a aplicação da tríplice viral, que protege contra o Sarampo, Caxumba e Rubéola. A segunda dose da tríplice é aplicada três meses depois. É importante também que os pais e responsáveis levem as crianças nas unidades de saúde durante a campanha de intensificação, que nos últimos anos recebeu o nome de “Multivacinação” e foi realizada no mês de agosto.
Devido aos novos casos de Sarampo no Brasil e ameaça da Pólio no mundo, neste ano o Ministério da Saúde está reforçando a divulgação das duas vacinas, sem deixar de lado a atualização das demais, que também fazem parte do esquema vacinal.

COBERTURA LOCAL
Em Marília, a cobertura vacinal tem aumentado nos últimos anos. Em 2017 a BCG (contra a Tuberculose) ultrapassou 100% dos recém-nascidos moradores no município. O alcance da vacina contra a Pólio subiu de 64,59% em 2016 para 85,51% em 2017. A tríplice viral, que havia registrado cobertura de 68,54% (1ª dose) e 51,61% (2ª dose) em 2016, subiu para 81,46% e 73,45%, respectivamente, no ano passado. Estes números mostram melhora, avalia a secretária municipal da Saúde, Kátia Santana, mas não há motivos para comemoração. “O programa brasileiro é um dos mais completos do mundo. Precisamos valorizar, incentivar as pessoas à adesão e perseguir índices de cobertura da totalidade da população. Vidas serão salvas e por isso não podemos admitir retrocessos. Não vamos voltar ao passado”, disse a titular da pasta.

SERVIÇO
A relação completa das unidades de saúde do município pode ser acessada no site institucional da Prefeitura de Marília, pelo endereço encurtado https://bit.ly/2J0BdKK link “estrutura organizacional”.
O acesso às vacinas independe do território de residência, porém é importante apresentar caderneta de vacinação e o cartão do SUS. A Secretaria Municipal atende pelo (14) 3402-6500.